Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: NATHALIE BARBOSA REIS MONTEIRO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NATHALIE BARBOSA REIS MONTEIRO
DATA: 09/09/2020
HORA: 14:30
LOCAL: https://conferenciaweb.rnp.br/webconf/ciencias-ambientais
TÍTULO: Life Cycle Management: bases para a aplicação da economia circular nas indústrias da construção civil
PALAVRAS-CHAVES: Gestão do Ciclo de Vida; Construção Civil; Brita.
PÁGINAS: 182
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

O modelo econômico vigente contém, inevitavelmente, etapas de extração de recursos naturais, processamento intermediário dessa matéria-prima e posterior transformação em materiais de aplicação diversa, segundo as necessidades reais ou magnificadas da sociedade. A crescente demanda por produtos industrializados acarreta, proporcionalmente, um aumento na extração de recursos naturais. Fatores de ordem econômica, social e ambiental apontam para a insustentabilidade desse modelo linear de economia. Diversas são as soluções apresentadas, entre elas está o modelo de economia circular. O conceito de economia circular, embora objeto de inúmeras controvérsias, propõe a reutilização dos resíduos, dentro de uma cadeia produtiva, reduzindo o desperdício, gerando ganhos econômicos, sociais e ambientais. No presente trabalho foi feita a Avaliação do Ciclo de Vida (ACV) de produtos da construção civil que utilizam a brita como insumo: o concreto e o poste. Baseado nas normas NBR ISO 14040 e 14044, foi avaliado, ambientalmente, o ciclo de vida deste agregado dentro da cadeia produtiva da construção civil. Foram visitados dois ramos industriais, dentro desse setor, na cidade de Teresina, estado do Piauí, Brasil: três indústrias concreteiras e quatro fábricas de postes de concreto armado para rede de distribuição de energia elétrica. O objetivo das visitas foi acompanhar o processo produtivo desses materiais (concreto e postes), bem como colher dados por meio de entrevistas com os gestores das empresas. Foram elaborados questionários contemplando todas as informações necessárias para a construção do Inventário do Ciclo de Vida (ICV), que visa identificar todas as entradas e saídas de um empreendimento. No universo de dados primários constam: consumo de água e energia; descrição e quantidade de máquinas e equipamentos; descrição dos processos produtivos; quantidade e tipo de resíduos produzidos; transporte e distância percorrida dos insumos até a fábrica e do produto até o consumidor final, entre outros. Os dados secundários foram obtidos na literatura científica e em relatórios especializados do setor. Foram adotados dois métodos de Avaliação do Impacto do Ciclo de Vida (AICV): o ReCiPe Midpoint (H) e o CML (baseline), que foram utilizados conjuntamente, ou separadamente, de acordo com o objetivo e escopo do estudo de cada um dos produtos analisados. A seleção das categorias de impacto, para análise, também, foi feita de acordo com o objeto em estudo e com as características peculiares de cada processo produtivo. Além disso, foi feita uma análise sistemática na literatura científica, acompanhada de visitas à três indústrias de mineração de brita, localizadas na região de Monsenhor Gil, Piauí, Brasil, para avaliar a contribuição da mineração, de forma geral e, em especial, a mineração de brita,  com os 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e analisar a legislação ambiental existente para o setor, dentro dos preceitos do Direito Minerário brasileiro. As visitas visaram acompanhar o processo de extração, beneficiamento e comercialização do mineral diabásio, do qual é produzida a brita utilizada nas indústrias da construção civil pesquisadas. Nas próximas etapas do estudo serão conduzidas análises de sensibilidade para os dois produtos (concreto e poste), com a elaboração de diferentes cenários, com a alteração de parâmetros como o reaproveitamento dos resíduos e efluentes, simulação de diferentes distâncias percorridas pelo transporte dos insumos, entre outros, visando identificar a possibilidade de aplicação da simbiose industrial, de acordo com as indústrias envolvidas, com base em Gestão do Ciclo de Vida (GCV) e, assim, estabelecer diretrizes para a mudança da economia linear para uma economia mais próxima da circular, no setor da construção civil que consome brita.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1046342 - ELAINE APARECIDA DA SILVA
Interno - 2098982 - GIOVANA MIRA DE ESPINDOLA
Interno - 1354664 - WILZA GOMES REIS LOPES
Externo ao Programa - 2995277 - CALEBE PAIVA GOMES DE SOUZA
Externo à Instituição - LUCAS ROSSE CALDAS - UERJ
Externo à Instituição - SIMONE MACHADO SANTOS - UFPE
Notícia cadastrada em: 07/08/2020 15:31
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 22/10/2020 03:35