Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ANDRÉA LOPES ALMEIDA DINIZ

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANDRÉA LOPES ALMEIDA DINIZ
DATA: 17/12/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Online/Remoto - Google Meet
TÍTULO: O Divórcio Judicial em Tempos da Pandemia da Covid-19
PALAVRAS-CHAVES: Divórcio; Separação; Família; Pandemia; Covid-19
PÁGINAS: 44
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

A pandemia da Covid-19 revelou um cenário desafiador não apenas restrito ao Brasil, mas no âmbito mundial. Diante da complexidade do contexto e tendo em vista as repercussões nas relações afetivas, quer sejam conjugais e/ou familiares, surge a importância de estudos nessa área. Nesta perspectiva, o presente estudo tem o objetivo geral de analisar os impactos da Pandemia da Covid-19 nos processos de divórcios judiciais. Para tanto, visando alcançar êxito nos objetivos propostos, propõe dois estudos, ambos de natureza teórica: O Estudo I compreende uma revisão sistemática do escopo acerca dos estudos empíricos publicados sobre o tema, pautada nas diretrizes do PreferredReportingItems for Systematic reviews and Meta-Analysesextension for Scoping Reviews (PRISMA-ScR), que apresenta um checklist de itens a serem apresentados nesse tipo de revisão. A formulação da questão norteadora foi elaborada a partir da estratégia mnemônica “participante”, “conceito”, “contexto” (PCC), respectivamente representados por P = casais, C = divórcio e C = pandemia. Foram utilizados os seguintes Descritores em Ciências da Saúde (DeCS): divorce, separated e pandemic, combinadas às suas respectivas traduções em português: divórcio, separação e pandemia, sendo utilizados também os operadores lógicos “and” e “or”. Para tanto, realizou-se um levantamento de artigos nas bases de dados: Scopus, PsycArticles, PsycInfo, Embase e Pubmed. Após a busca nas respectivas bases, os arquivos rastreados foram exportados para a plataforma web Rayyan, em agosto de 2022. Após minuciosa avaliação dos critérios de inclusão, 8 estudos foram analisados. Os resultados evidenciam que houve uma certa convergência de dificuldades econômicas, legais e parentais, além de violência doméstica. Revelam, também, uma certa escassez de estudos na temática abordada, inclusive, nenhum local. O Estudo II, por sua vez, propõe uma abordagem do tipo descritiva e exploratória, de caráter quantitativo, que será realizada por meio de uma análise documental. Os dados serão coletados nos registros disponibilizados no acervo do Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba – TJPB, referentes aos processos de divórcios que tramitam nas Varas de Família da Comarca de João Pessoa, Paraíba. Para a análise dos dados, será construído um banco de dados. Os dados obtidos serão analisados por meio do software de análise estatística de dados SPSS for Windows – versão 22. Serão utilizadas medidas de tendência central (frequência, média, mediana) e medidas de dispersão (desvio-padrão) para descrever as características sociodemográficas da amostra. Ainda será utilizada a análise de Regressão Joinpoint, no intuito de verificar se ocorreu uma tendência no aumento de divórcio com o passar dos anos. Também será utilizado o qui-quadrado, para avaliar a diferença entre homens e mulheres. Espera-se atingir, dentre outros, dois impactos fundamentais da referida pesquisa: o impacto científico, por meio do respaldo da literatura específica acerca do tema, bem como a apresentação dos dados obtidos em eventos científicos e produção de artigos a serem publicados em periódicos especializados, e o impacto social, pois os resultados da pesquisa poderão favorecer casais, ex-casais e filhos de várias faixas etárias (crianças, adolescentes e adultos), além de subsidiar famílias, profissionais, instituições e a sociedade em geral.Por fim, espera-se, ainda, que a nossa colaboração possa ser útil, proporcionando visibilidade e reflexões, sobretudo para aqueles que apresentam interesse em estudar a dinâmica das relações familiares, conjugais e as rupturas destas.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANA KARLA SILVA SOARES - UFMS
Interno - 2441003 - RAQUEL PEREIRA BELO
Presidente - 1867530 - SANDRA ELISA DE ASSIS FREIRE
Notícia cadastrada em: 08/12/2022 10:05
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 16/04/2024 11:49