• O sistema entrará em processo de atualização de funcionalidades às 13:45. Pedimos a todos que salvem seus trabalhos para que não haja transtornos.
    Agradecemos a compreensão, em 15 minutos o sistema estará de volta.
Notícias

Banca de DEFESA: INGRYD SILVA COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: INGRYD SILVA COSTA
DATA: 06/07/2023
HORA: 17:00
LOCAL: Online/Remoto - Google Meet
TÍTULO: Novos possíveis para atenção à crise psíquica grave em contextos rurais
PALAVRAS-CHAVES: Sofrimento Psíquico; Zona Rural; Família; Reforma Psiquiátrica.
PÁGINAS: 165
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

A pesquisa em questão, tendo como base o olhar para a Reforma Psiquiátrica Brasileira, seus avanços e entraves, buscou refletir e problematizar sobre o cuidado à crise psíquica grave na esfera da Atenção Básica na realidade de município pequeno porte, especificamente no norte do Estado do Maranhão, em contextos rurais. Problematizando que o cuidado para usuárias (os) com sofrimento psíquico grave. É sob esse cenário de preocupações em que se inserem as questões de pesquisa que pretendemos investigar. Assim, objetivos específicos, são: 1- Acompanhar famílias da zona rural com histórico de usuários com crise psíquica grave. 2- Identificar as concepções e sentidos de crise psíquica grave junto aos familiares da zona rural e as necessidades de acolhida e cuidado em saúde mental por parte dos serviços de saúde. 3- Produzir analisadores acerca dos limites e desafios da Reforma Psiquiátrica e da Política de Saúde Mental diante das situações de crise psíquica grave em contextos rurais. Em relação ao caminho metodológico foi utilizado os direcionamentos da Análise Institucional (AI). A pesquisa foi realizada com moradores de áreas rurais da cidade de Água Doce do Maranhão, usuários que passaram por internação psiquiátrica e seus familiares. Ao todo participaram das entrevistas 9 pessoas: dentre os usuários, 2 mulheres e 1 homem e entre os familiares: 2 homens e 4 mulheres. Como ferramenta foi utilizada entrevistas e diários de campo. Após as entrevistas realizadas com as famílias e os usuários de saúde mental, emergiram 3 blocos, a saber: a) “A vida que insiste”: condições de vida na zona rural; b) “Nós estamos no meio da mata”: a experiência de usuário e de familiar da saúde mental em contexto de zona rural; c)“O problema não é geográfico é político”: cuidado em saúde mental na zona rural. Que abordam as concepções de crise psíquica; a insuficiente retaguarda à saúde mental por parte dos serviços de saúde; os cuidados que acontecem de maneira informal por parte dos familiares; e uma cobertura ainda escassa em relação à Reforma Psiquiátrica.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1402780 - GUILHERME AUGUSTO SOUZA PRADO
Presidente - 1774313 - JOAO PAULO SALES MACEDO
Externo à Instituição - MARIANA TAVARES CAVALCANTI LIBERATO - UFC
Notícia cadastrada em: 19/06/2023 15:42
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 18/04/2024 13:37