Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LUCAS PEREIRA DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LUCAS PEREIRA DOS SANTOS
DATA: 15/01/2024
HORA: 09:00
LOCAL: Online/Remoto - Google Meet
TÍTULO: EFEITOS DA NEUROMODULAÇÃO POR CORRENTE CONTÍNUA E DO TREINO COGNITIVO NA MEMÓRIA DE TRABALHO DE IDOSOS
PALAVRAS-CHAVES: Envelhecimento; memória de trabalho; treino cognitivo; neuromodulação
PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

Introdução. Com o envelhecimento, o sistema nervoso apresenta alterações como redução no número de neurônios, do volume cerebral, diminuição na velocidade de condução nervosa, na intensidade dos reflexos e restriçãodasrespostasmotoras (Fechine & Trompieri, 2015). Desse modo, dada as alterações do sistema nervoso, pode-se observar lentidão do processamento cognitivo. Em particular, na memória de trabalho (MT), encontra-se redução da capacidade de lembrar e dificuldade de lembrar detalhes (Moraes et al., 2010). As informações que chegam a memória de longo prazo parecem não sofrer alterações (Moraes et al., 2010). Evidências recentessugerem que intervenções que promovem plasticidade neural podem induzir ganhos cognitivos significativos(Boggio et al., 2011; Antonenko et al., 2018; Fiori et al., 2017; Martin et al., 2017), retardando o surgimento de déficits cognitivos característico dessa faixa etária.Comisso,verifica-se o desenvolvimento de técnicas não invasivas, mas que permitem a neuromodulação da atividade cerebral em regiões específicas do encéfalo (Boggio et al.,2015; Tortella et al., 2015) a exemplo da Estimulação Elétrica Transcraniana por Corrente Contínua(ETCC) e do Treino Cognitivo (TC). Referencial teórico. É comum que idosos apresentem dificuldades cognitivas relacionadas às habilidades de pensar e raciocinar de forma abstrata, resolução de problemas, planejamento, velocidade de processamento, atenção e memória episódica (Queiroz, 2022; Wongrakpanich et al., 2017). As maiores queixas e dificuldades no envelhecimento tem sido na memória (Deldar, Rustamov, Blanchette & Piché, 2019). Por este motivo, a manutenção da memória se torna uma prioridade para a pesquisa, pois ela se relaciona com todas as atividades do cotidiano e ajuda a manter o idoso ativo e independente (Lasca, 2003). Com relação a memória, clinica menteéobservado lentificação no processamento cognitivo, comprometimento no resgate das informações e sua análise, na qual a MT é responsável (DeMoraes,DeMoraes,&Lima,2010). Portanto, há um grande apoio para desenvolver intervenções que possam restaurar e manter estável o desempenho da MT (Jones et al., 2015). Por exemplo, um corpo de evidências mostra que a MT pode se beneficiar do treinamento cognitivo (Lustig, Shah & Reuter, 2009; Morrison & Chein, 2011; Noack, Lovden, Schimiedek & Lindenberger, 2009). Alguns estudos tem alcançado resultados promissores, combinando-os com os efeitos potencialmente ampliados da plasticidade induzida pela ETCC anódica, para propor que a combinação da estimulação com treinamento cognitivo pode ser uma aplicação particularmente útil dessa técnica (Mancuso et al., 2016; Martins et al., 2016). Assim, a justificativa deste estudo se concentra na busca por esclarecer as evidências relacionadas ao emprego de técnicas isoladas e combinadas. Até o momento, não existem pesquisas que demonstrem o impacto específico de cada técnica nos resultados da intervenção. Portanto, este estudo tem o objetivo de identificar e esclarecer o potencial dessas intervenções para aprimorar o declínio cognitivo e promover um envelhecimento saudável. Objetivo. Estudo 1. Realizar uma revisão sistemática a respeito dos efeitos da neuromodulação por corrente contínua e do treino cognitivo na memória de trabalho de idosos.  Método. Estudo 1. Tratar-se-á de um estudo de revisão sistemática. Este estudo buscará seguir as orientações da Cochrane handbooke do check-list do Preferred Reporting Items for Systematic review and Meta-Analysis Protocols (PRISMA-P) para revisões sistemáticas. Esta revisão parte do problema de pesquisa: “Quais os efeitos da ETCC e do Treino Cognitivo na memória de trabalho de idosos?” Serão inclusos nessa revisão estudos que contemplem: (1) idosos acima de 60 anos, (2) cognitivamente saudáveis; (3) investiguem a memória de trabalho; (4) utilizam a ETCC e o Treino Cognitivo como intervenção; (5) ensaios clínicos; (6) artigos publicados na íntegra. Serão excluídos os estudos que (1) participantes idosos com algum comprometimento cognitivo ou transtorno psicológico; (2) não disponíveis na íntegra e (3) sem grupo controle. Não será estabelecido um período de tempo para as publicações. Os artigos serão pesquisados nas seguintes bases de dados eletrônicas: Embase, Psycinfo, PsycArticles, PubMed, CINAHL, Web of Science, CENTRAL e Scielo. A busca será entre os meses de Janeiro e Março de 2024. Osdescritoresutilizados para as buscasserão: ETCC – ("Non-invasive brain stimulation" OR "Transcranial Direct Current Stimulation" OR "neurostimulation" OR "neuromodulation") AND Treinocognitivo (“cognitive intervention” OR “cognitive training” AND Idosos – ("Aged" OR "old people" OR "elderly") AND Memória de trabalho – ("Working memory" OR "primary memory") AND Ensaiosclínicos – ("Randomized controlled trial" OR "controlled clinical trial"). Após o levantamento nas bases, os dados dos artigos serão exportados para a plataforma Rayyan, disponível no https://www.rayyan.ai/. A avaliação inicial será realizada pelos títulos e resumos dos manuscritos por dois juízes de forma cega, buscando identificar se cumpriam os critérios de inclusão. A leitura completa do texto também será realizada pelos juizes. Discordâncias entre os pesquisadores ao longo de toda seleção dos artigos serão solucionadas por consenso. O nível de evidência dos estudos selecionados será avaliado por meio do sistema Grading of Recomendations Assessment, Developing and Evaluation (GRADE). A análise do risco de viés será realizada por 2 avaliadores a partir da Escala Risk of Bias 2.0 (RoB 2.0) desenvolvida pela Cochrane. O processo de avaliação da qualidade dos estudos será realizado por três juízes e irá utilizar o coeficiente kappa (K) de Cohen para analisar o nível de concordância entre os juízes deste estudo. O cálculo será realizado no programa R studio utilizando o pacote “irr” (Gamer et al., 2012). Objetivo. Estudo 2. Geral. Investigar os efeitos da neurodomulação por corrente contínua e do Treino Cognitivo na memória de trabalho de idosos. Específicos. Rastrear as habilidades cognitivas de idosos através do questionário Mini Exame do estado mental (MEEM); Realizar estimulação por meio da aplicação da ETCC e do TC na memória de trabalho em idosos; Avaliar os efeitos a curto e longo prazo da ETCC e do TC na memória de trabalho de idosos; Comparar diferenças das médias (dentre blocos de intervenção) antes (T0), imediatamente depois (T1), após uma semana (T2), um mês (T3) e três meses depois (T4); Comparar a diferença das médias (intragrupo) de antes e depois de cada uma das quatro intervenções. Verificar se os idosos com mais anos de escolaridade apresentaram um desempenho melhor da memória de trabalho; Conferir a segurança da ETCC na amostra de idosos; Conferir a eficácia da cegueira quanto as intervenções recebidas ser ativa ou placebo. Método. Estudo 2. Delineamento. Trata-se de um ensaio clínico controlado, randomizado, com delineamento crossover, de medidas repetidas com 4 condições de intervenções, sendo: TC + ETCC simulado (ETCC-S); ETCC + Treino Cognitivo Simulado (TC-S); ETCC + TC; e ETCC-S + TC-S. Cada condição será sorteada para intervenção. O conjunto de participantes passará por todas as 4 condições em diferentes momentos.  Amostra e Critérios. Foram incluídos 10 idosos para as condições de intervenção, recrutados junto aos dispositivos de saúde pública da cidade de Parnaíba/PI. Os voluntários cumpriram os seguintes critérios de elegibilidade: (1) indivíduos com idade entre 60 e 75 anos; (2) alfabetizados; (3) atingir uma pontuação igual ou superior ao nível educacional no Exame do Estado Mental (MEEM), conforme as indicações de Brucki et al. (2003).Os critérios de exclusão foram: (1) possuir histórico de convulsões, epilepsia, traumatismo crânio encefálico ou perda inexplicável de consciência; (2) Possuir diagnóstico de quaisquer condições neurológicas e/ou cognitivas; (3) Apresentar deficiência auditiva ou visual não corrigida ou alterações motoras graves que possam impedir a realização da tarefa cognitiva; (4) Possuírem prescrições atuais de medicamentos antipsicóticos, hipnóticos ou sedativos; (5) Fazer uso abusivo/ dependência de substâncias, com exceção do tabaco e / ou cafeína; (6) Possuir implantes metálicos no corpo, como marcapassos e (7) Apresentar doenças de pele. Instrumentos. Para a realização da pesquisa foram utilizados os instrumentos: (1) Termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE); (2) Questionário Sociodemográfico; (3) Mini Exame do Estado Mental (MEEM); (4) Subtestes extensão de dígitos e sequenciamento de letras-números contidos na Escala de Inteligência Wechsler para Adultos (WAIS-III); (5) Questionário de efeitos adversos e pergunta sobre cegamento; (6) Neuroestimulador NKL; (6) Treino Cognitivo para Memória de Trabalho adaptado de Santos (2015). Protocolo ETCC e TC. A ETCC foi aplicada por um Neuroestimulador, por meio de dois eletrodos: anódico e caótico, ambos com 35cm². O eletrodo anódico foi posicionado junto ao Córtex pré-frontal dorsolateral esquerdo, na região F3 do Sistema Internacional 10/20 para eletroencefalograma (Malmivuo & Plansey, 1995), o eletrodo catódico foi posicionado sobre o músculo deltoide do ombro direito (Céspon, 2017). O TC foi aplicado com as tarefas “Meses” e “Letras” do TC e serão realizadas simultaneamente com a aplicação da ETCC. Aspectos Éticos e legais. O presente estudo foi submetido e aprovado pelo Comitê de Ética e Pesquisa em Seres Humanos sob o número CAAE:46712521600005669, seguindo todos os princípios éticos. Análise dos dados. Serão utilizadas estatísticas descritivas para média, mediana, desvio padrão e intervalo de confiança e estatísticas inferenciais como, por exemplo, análise de variância (ANOVA) intraparticipantes de medidas repetidas para comparação do desempenho dos participantes nas quatro condições. Os dados serão analisados por meio do software IBM SPSS STATISTICS, versão 28. Resultados/Encaminhamentos. Estudo 1. O processo de busca e seleção dos manuscritos será realizado no primeiro semestre de 2024. Estudo 2. Até o momento, foi realizada a coleta para a condição 1 do experimento.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1816247 - PALOMA CAVALCANTE BEZERRA DE MEDEIROS
Interno - 1867530 - SANDRA ELISA DE ASSIS FREIRE
Externo à Instituição - JOSÉ AUGUSTO EVANGELHO HERNANDEZ - UERJ
Notícia cadastrada em: 10/01/2024 10:04
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 15/04/2024 02:15