Notícias

Banca de DEFESA: WESLEY RODRIGUES DA COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: WESLEY RODRIGUES DA COSTA
DATA: 26/01/2024
HORA: 10:00
LOCAL: Online/Remoto - Google Meet
TÍTULO: Experiências de aprendizagem organizacional nas vivências das equipes de trabalho de saúde em uma cidade do Litoral Piauiense.
PALAVRAS-CHAVES: Aprendizagem Organizacional; Equipes de Trabalho; Profissionais da Saúde.
PÁGINAS: 101
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Psicologia
RESUMO:

Introdução: O trabalho é compreendido como um campo dinâmico e processual no qual estão envolvidos aspectos históricos, econômicos, políticos e culturais. Desta forma, o trabalho na modalidade equipes apresenta-se como mecanismo para compartilhar conhecimentos multidisciplinares. Fundamentação teórica: Por equipes, entende-se que constituem um grupo de pessoas que realizam tarefas com o intuito de atingir um objetivo em comum. A rapidez com que os acontecimentos e as informações perduram, constituem fator acelerado das relações com o mercado e contribuem para o desenvolvimento de novas necessidades e aspirações na profissão, pautadas no âmbito da aprendizagem organizacional que é um processo em que pode ocorrer uma reestruturação dos trabalhadores e das organizações por meio da ampliação de conhecimentos e capacidades em se adequar às exigências do mercado de trabalho; destaca-se dessa forma a complexidade que envolve o processo de aprendizagem em equipes, que por sua vez compreende um fenômeno social que se desenvolve e muda ao longo do tempo, envolvendo vários comportamentos. Objetivo: Diante destas observações, o presente estudo teve por objetivo investigar a experiência de aprendizagem organizacional dos profissionais em equipes de trabalho no exercício de suas atividades nas UBS em uma cidade do Litoral Piauiense. Método: O presente estudo é de matriz qualitativa exploratória e descritiva. O estudo contou com a participação de 19 profissionais. A escolha dos participantes levou em conta o critério de inclusão de ser profissional inserido em uma equipe de trabalho em alguma das UBS do Litoral Piauiense; dentre os critérios de exclusão – profissionais que estivessem em licença, férias ou que não concordassem em participar. Como técnica de coleta de dados foi utilizado um roteiro de entrevista semiestruturada e um questionário sociodemográfico a fim de que se pudesse conhecer o perfil dos participantes. as entrevistas foram realizadas nos locais de trabalhos dos referidos participantes. Independente da situação, durante a abordagem foi perguntado para cada trabalhador da UBS se poderá participar de uma pesquisa realizada pelo Programa de Pós-Graduação em Psicologia da Universidade Federal do Delta do Parnaíba, e, após o aceite, o respondente teve acesso a um Termo de Consentimento Livre e Esclarecido no qual ele poderia assinar se estivesse de acordo. A presente pesquisa foi realizada mediante solicitação de anuência da Secretaria de Saúde da Prefeitura Municipal da cidade onde a pesquisa foi realizada e parecer de aprovação ao projeto pelo Comitê de Ética em Pesquisa nº 5.868.954. O estudo seguiu as normas e procedimentos éticos conforme as Resoluções 466/12 e 510/2016, ambas do Conselho Nacional de Saúde que estabelecem as diretrizes e normas regulamentadoras de pesquisas envolvendo seres humanos. A análise dos dados foi feita por meio da técnica de Análise de Conteúdo proposta por Bardin (2016). Resultados: Os resultados evidenciaram a comunicação e o alinhamento entre os integrantes das equipes como aspecto fundamental para atingir as metas estabelecidas, além de evidenciar também a realização de tarefas em caráter de interdependência como fator fundamental para o funcionamento do serviço de saúde. Em relação à aprendizagem, os resultados demostraram que a aprendizagem tanto formal quanto informal foi considerada como mecanismo necessário para a realização do trabalho na área da saúde, tendo em conta que as tecnologias mudam constantemente e é preciso que o profissional esteja sempre atualizado. Sugerem-se que estudos futuros possam investigar aspectos que ficaram em aberto como a percepção da comunidade a respeito do pertencimento dos membros à equipe; características como estilos de liderança e coesão intragrupo em equipes de saúde – de modo a contribuir para ampliar o conhecimento teórico e fomentar a elaboração de estratégias organizacionais que contribuam para os processos de trabalho e desenvolvimento dos trabalhadores.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - JOSÉ RÔMULO TRAVASSOS DA SILVA - UEMA
Presidente - 2441003 - RAQUEL PEREIRA BELO
Interno - 1867530 - SANDRA ELISA DE ASSIS FREIRE
Notícia cadastrada em: 16/01/2024 18:25
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 19/04/2024 03:11