Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: VANESSA MENEZES COSTA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VANESSA MENEZES COSTA
DATA: 28/07/2016
HORA: 15:00
LOCAL: Tropen
TÍTULO:

Avaliação do Potencial Genotóxico e Mutagênico em Efluentes de Esgoto Tratados por Lagoas de Estabilização: ETE-Leste e ETE-Pirajá na Cidade de Teresina-PI.


PALAVRAS-CHAVES:

Efluente tratado. Teste Allium cepa. Genotoxidade. Mutagenicidade


PÁGINAS: 73
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

Os esgotos domésticos e os efluentes industriais são as principais fontes responsáveis pela contaminação dos recursos hídricos, pois estes resíduos são frequentemente tóxicos e sua presença pode degradar seriamente o ambiente. Os agentes poluidores podem causar danos aos organismos expostos, entre eles danos mutagênicos. Testes com plantas são frequentemente utilizados em monitoramento ambiental, e a espécie Allium cepa tem sido muito utilizada em avaliações do potencial tóxico de amostras ambientais, principalmente de ambientes aquáticos. Os rios Poti e Parnaíba na cidade de Teresina-PI recebem expressivo volume de esgotos produzidos na zona urbana de Teresina, além de serem os corpos receptores dos efluentes do esgoto processado nas estações de tratamento de esgoto – ETE. A pesquisa tem como objetivo analisar o potencial genotóxico e mutagênico das lagoas de estabilização das ETE’s Leste e Pirajá da cidade de Teresina-PI com a utilização do teste Allium cepa, bem como comparar os resultados obtidos da ETE-Leste que recebe além do esgoto domestico, o esgoto desconhecido proveniente dos veículos Limpa Fossas, com os da ETE-Pirajá que recebe apenas esgoto doméstico. Foram realizadas seis coletas, duas no ano de 2015 e quatro no ano de 2016, contemplando o período seco e chuvoso da região em quatro pontos: P1: Esgoto bruto; P2: Rio montante; P3: Efluente final e o P4: Rio jusante. Os resultados obtidos do período seco revelaram que as águas e efluentes coletados apresentaram elevadas concentrações de condutividade elétrica, detergentes, fósforo, principalmente nos pontos, P1 e P3, da ETE-Leste detectado pelas análises físico-químicas, além dos altos teores de coliformes termotolerantes encontrado nas análises microbiológica nas duas estações de tratamento de esgoto. Todos os pontos do estudo apresentaram uma potencialidade citotóxica, genotóxica e mutagênica, pois foram capazes de induzir alterações no material genético do organismo-teste utilizado, além da diminuição do Índice Mitótico e inibição do crescimento das raízes, evidenciado principalmente nos pontos, P1 e P2, com danos maiores identificados na ETE-Leste. Acredita-se que os resultados mais significativos encontrados na ETE-Leste seja devido ao lançamento de substâncias tóxicas provenientes de outras fontes antropogênicas vindo dos carros Limpa Fossas, sugere-se que o despejo desses veículos seja realocado para outro local que seja adequado para a recepção desse tipo de efluente, desta forma não comprometendo a eficiência do tratamento da estação de esgoto ETE-Leste


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 422881 - CLETO AUGUSTO BARATTA MONTEIRO
Interno - 423426 - JOSE DE RIBAMAR DE SOUSA ROCHA
Externo à Instituição - LEONARDO MADEIRA MARTINS - UNINOVAFAPI
Notícia cadastrada em: 06/07/2016 10:26
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 03/08/2020 11:25