Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ANDRÉIA DE CARVALHO SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANDRÉIA DE CARVALHO SANTOS
DATA: 03/07/2018
HORA: 09:00
LOCAL: TROPEN/UFPI
TÍTULO: Efeito da conversão de ecossistemas naturais sobre assembleias de borboletas e a percepção de professores sobre educação ambiental em áreas naturais protegidas
PALAVRAS-CHAVES: Educadores. Consciência Ambiental. Relacionamento com a natureza.
PÁGINAS: 69
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A conversão de ecossistemas naturais, em áreas de monocultura e pecuária, é considerada a principal causa para a crise da biodiversidade atual. As Áreas Naturais Protegidas (ANPs) constituem uma estratégia mundialmente aceita, projetada para a conservação dos serviços ecossistêmicos e a prevenção da perda de biodiversidade. Contudo, a simples implementação de ANPs não é garantia do seu sucesso, e a Educação Ambiental (EA) se torna uma das principais ferramentas para a efetividade da conservação. Devido à alta sensibilidade à degradação ambiental, borboletas desempenham um excelente papel como bioindicadores. Dessa forma, tendo em vista que áreas naturais protegidas desempenham papel fundamental para a proteção da biodiversidade, assim como para a promoção de educação ambiental, este estudo tem como objetivo verificar se a conversão de ecossistemas naturais em áreas de monocultura e pecuária afeta a estrutura de assembleias de borboletas e avaliar a percepção de professores sobre educação ambiental em áreas naturais protegidas, bem como a consciência ambiental e seu nível de relacionamento com a natureza. Para verificar se a conversão de ecossistemas naturais afeta a estrutura da assembleia de borboletas serão feitas análises de diversidade beta e diversidade funcional. Até o presente momento, o foi registrado um total de 665 indivíduos de 14 espécies e 10 gêneros de borboletas. A partir dos resultados prévios desse estudo pode ser observado que a fauna de borboletas foi dominada pelo gênero Hamadryas e que espécies desse gênero dominam ambientes convertidos. Esses resultados indicam que a conversão de ecossistemas naturais em áreas de monocultura e pecuária favorece organismos mais tolerantes à condições adversas. Para verificar a percepção, a consciência ambiental e o nível de relacionamento com a natureza, foi aplicado um questionário contendo questões de percepção, escala do Novo Paradigma Ecológico e escala de Relacionamento com a Natureza. O estudo avaliou a percepção de uma amostra de 75 professores de um município próximo a uma área natural protegida. Em geral, os professores apresentaram uma percepção positiva sobre educação ambiental em áreas naturais protegidas, com uma consciência ambiental e nível de relacionamento com a natureza moderados. Professores da área de Ciências Humanas apresentaram tanto uma percepção positiva quanto o relacionamento com a natureza mais elevados do que os professores das demais áreas de formação. Consciência ambientalmente responsável foi maior em professores da área de Ciências Exatas. Não houve diferença de percepção sobre educação ambiental em áreas naturais protegidas entre professores dos gêneros masculino e feminino, contudo o gênero feminino demonstrou maior consciência ambiental e um relacionamento com a natureza superior ao gênero masculino. Professores de idades entre 30 e 33 anos mostraram-se mais favoráveis à promoção de atividade de educação ambiental em áreas naturais protegidas, e apresentaram uma visão de mundo pró-ecológica e nível de relacionamento com a natureza mais elevados. O estudo permite a compreensão da percepção de educadores sobre áreas naturais protegidas e dos possíveis fatores que influenciam suas percepções e, portanto, fornece bases para se traçar estratégias a fim de alcançar uma participação mais ativa da escola no processo de educação ambiental em áreas naturais protegidas e consequentemente na conservação da natureza.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ALMERINDA AMÉLIA RODRIGUES ARAÚJO - SEDUC-PI
Interno - 1291400 - DENIS BARROS DE CARVALHO
Interno - 1046342 - ELAINE APARECIDA DA SILVA
Externo à Instituição - FÁBIO JOSÉ VIEIRA - UESPI
Presidente - 1167867 - PAULO ROBERTO RAMALHO SILVA
Notícia cadastrada em: 08/06/2018 15:24
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.instancia1 06/08/2020 17:52