Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: BRENO FERNANDO CUNHA DE FREITAS SOUSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: BRENO FERNANDO CUNHA DE FREITAS SOUSA
DATA: 26/07/2019
HORA: 15:00
LOCAL: PRODEMA-UFPI
TÍTULO: Captura e comércio ilegal de aves para fins de estimação em áreas no entorno de unidades de conservação no sul do Piauí
PALAVRAS-CHAVES: Etnozoologia; Caçadores; Tráfico de Aves; Animais de Estimação
PÁGINAS: 77
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A captura e comércio de animais silvestres é considerada uma das maiores ameaças a biodiversidade nos trópicos atualmente. O Brasil é um dos países que apresenta a maior riqueza de espécies exploradas e ameaçadas por usos diretos por humanos. No Piauí, estudos que abordam sobre a caça, captura e comercialização de aves silvestres são escassos e pouco é compreendido sobre direcionadores e a operacionalização das cadeias de comercialização. Este trabalho trata da exploração da avifauna no Sul do Estado do Piauí, em áreas no entorno de Unidades de Conservação de Proteção Integral (Parques Nacionais) nos municípios de São Raimundo Nonato e Caracol. Nossos objetivos foram: (I) Analisar a dinâmica de captura e comercialização da avifauna silvestre; (II) Identificar as espécies-alvo preferenciais e as técnicas de captura, como também uma verificação dos principais aspectos socioeconômicos que influenciam tal atividade; (III) realizar um levantamento bibliográfico de toda a produção científica sobre caça e captura de aves silvestres para fins de estimação nas regiões Norte e Nordeste do Brasil. Nós observamos que no Norte e Nordeste estudos sobre captura e comércio da avifauna sofrem influência de áreas densamente povoadas, principalmente próximos aos pólos de pesquisa, assim como da malha viária, em detrimento da proximidade de áreas naturais com rica diversidade da avifauna. Nesta pesquisa, um total de 59 caçadores e criadores de aves concederam informações sobre as espécies utilizadas como pets. Nós coletamos nossos dados por meio de um questionário semiestruturado que englobava questões sobre as espécies-alvo preferenciais, técnicas, estratégias e frequência de captura, direcionadores para realização dessa atividade, informações relativas a dinâmica de comércio, espécies mais vendáveis, valores das aves e acesso dos caçadores às áreas de proteção e conflitos com órgãos ambientais. Nós utilizamos o índice de Valor de Uso (VU) para verificar a importância relativa de cada espécie citada e cálculos de estatística univariada para analisar o esforço amostral e riqueza de espécies. Foram reportadas 99 espécies da avifauna utilizadas como pets e 8 técnicas e estratégias de captura. Nós observamos uma mudança no contexto geral da caça nos locais pesquisados, em que a prática de captura e comercialização da avifauna é motivada atualmente sobretudo por questões comerciais e econômicas. Uma parcela expressiva dos entrevistados estão inseridos no mercado de compra e venda de aves, sustentando o tráfico ilegal para atender criadores em cidades circunvizinhas e até de outros Estados. Nossos resultados incrementam o banco de informações produzidas por outros trabalhos científicos sobre as atividades cinegéticas no Nordeste do Brasil, além de contribuir para um melhor entendimento da realidade das comunidades pesquisadas no que concerne ao uso e comercialização de aves como pets, auxiliando dessa forma na implementação de estratégias de conservação e planos de manejo para as espécies-alvo, como também de políticas públicas voltadas a melhoria da situação socioeconômica vivenciada pelas populações estudadas.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1046342 - ELAINE APARECIDA DA SILVA
Interno - 423289 - JOAO BATISTA LOPES
Externo à Instituição - NELSON LEAL ALENCAR - UFPI
Externo à Instituição - Rômulo Romeu da Nóbrega Alves - UEPB
Presidente - 2217228 - WEDSON DE MEDEIROS SILVA SOUTO
Notícia cadastrada em: 01/07/2019 08:57
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 28/01/2020 02:14