Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: NEYLA CRISTIANE RODRIGUES DE OLIVEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NEYLA CRISTIANE RODRIGUES DE OLIVEIRA
DATA: 29/06/2020
HORA: 15:00
LOCAL: Sala Virtual
TÍTULO: Mudanças climáticas e educação ambiental: percepção e práticas de professores em escolas municipais de Teresina, Piauí
PALAVRAS-CHAVES: Ações antropogênicas; COM-VIDA; Movimentos de jovens; Perda da biodiversidade; Refugiados ambientais
PÁGINAS: 88
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

As Mudanças Climáticas (MC) configuram-se em um fenômeno global, mas com efeitos, sobretudo, locais. As MC podem causar danos aos elementos básicos da vida, como acesso a água, produção de alimentos, saúde e meio ambiente. Além de provocar eventos extremos como a perda da biodiversidade, fluxos migratórios e alterações nos índices pluviométricos. Nesse contexto, as ações antropogênicas são apontadas como intensificadores dos efeitos das MC. Diante disso, a Educação Ambiental (EA), é um importante instrumento para trabalhar o tema MC na escola, uma vez que possui papel de transformação social, torna o ambiente saudável, participativo e dinâmico, bem como a formação de cidadãos conscientes e sensibilizados. Este estudo é de natureza quali-quantitativo e possui por objetivo geral: Pesquisar o perfil profissional (formação e trajetória), percepção de impactos e práticas educativas utilizadas pelos professores para trabalhar as MC em escolas municipais que possuem a política pública COM-VIDA, Teresina, Piauí. E objetivos específicos: Analisar o Programa Escolas Sustentáveis com relação à educação ambiental e às mudanças climáticas; Conhecer os desafios e as perspectivas da EA e das MC na educação básica; Caracterizar o perfil profissional dos professores e as práticas de EA voltadas para as MC; Verificar a percepção dos professores sobre os impactos das MC e a relação com à EA. Para coleta de dados foram utilizadas entrevistas semiestruturas, além de documentos oficias (COM-VIDA e Diretrizes Curriculares). Participaram 26 docentes, sendo 02, em cada uma das 13 escolas da Rede Municipal de Teresina. Constatou-se que o Programa Escola Sustentável da Secretaria Municipal de Educação (SEMEC), foram desenvolvidos projetos de EA, que abordaram temas como: violência, tráfico de animais silvestres, reciclagem e resíduos sólidos, mas nenhum que trabalhasse diretamente as MC. Além disso, os principais desafios e perspectivas relacionadas à EA e MC para a educação básica foram a alfabetização climática e práticas educativas para trabalhar a temática na escola. Esta pesquisa fornece o panorama atual da educação básica, quanto às práticas de EA voltadas, em especial, para MC e assim buscar ações mitigadoras e reflexões críticas quanto à problemática do clima no cenário local e global. Assim, é importante realizar mais pesquisas como esta, que abondem as MC na escola, utilizando a EA como forma de trabalhar este tema, a fim de formar cidadãos sensibilizados com as questões ambientais, com valores, ações e atitudes conscientes.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - ANTONIO JOAQUIM DA SILVA - IFPI
Presidente - 1291400 - DENIS BARROS DE CARVALHO
Externo à Instituição - Gecilane Ferreira - UFT
Interno - 2129289 - MARCIA LEILA DE CASTRO PEREIRA
Interno - 1167785 - ROSELI FARIAS MELO DE BARROS
Notícia cadastrada em: 29/05/2020 13:55
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 22/10/2021 16:41