Notícias

Banca de DEFESA: GESCYLA SILVA DO NASCIMENTO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GESCYLA SILVA DO NASCIMENTO
DATA: 24/06/2013
HORA: 09:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO TROPEN
TÍTULO:

 Diversidade de abelhas da tribo euglossini (hymenoptera, apoidea)  e a Percepção Ambiental das Comunidades  presentes no entorno  do Parque Nacional de Sete Cidades, Piauí, Brasil

 


PALAVRAS-CHAVES:

Compostos aromáticos, Modelo biológico, Abelhas das orquídeas, Fitofisionomias


PÁGINAS: 77
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

 

 

RESUMO

As abelhas Euglossini estão presentes na maior parte da região neotropical e constituem um importante grupo de abelhas polinizadoras relacionadas com algumas famílias de angiospermas, especialmente com as orquídeas, sendo os machos de Euglossini os únicos polinizadores de algumas orquídeas, por exemplo: Gongora(Ruiz; Pavón, 1794), Castasctum (Kunth, 1822)e Coryanthes(Hook, 1831). O interesse destas abelhas são as essências produzidas pelas plantas, as quais são armazenadas em estruturas morfológicas presentes nas tíbias posteriores. Muitos trabalhos com levantamento desses grupos de abelhas têm sido realizados através das capturas dessas abelhas com a utilização de armadilhas carregadas com essências contendo aromas similares ao das flores. Neste trabalho, o objetivo foi realizar um levantamento das abelhas Euglossini no Parque Nacional de Sete Cidades, Piauí, Brasil, coletando informações importantes sobre a composição deste grupo de abelhas numa área de cerrado, tais como, preferências de compostos aromáticos, maior incidências de indivíduos nas iscas odoríferas, tanto em relação a horários de preferência de captura de aromas, quanto aos meses de maior captura desses indivíduos. Foram realizadas coletas mensais de abelhas em duas fisionomias distintas do Parque Nacional de Sete Cidades, através de armadilhas. As excursões ao campo ocorreram de setembro de 2011 a agosto de 2012, com dois dias de coletas consecutivos em cada área e período de observação nas armadilhas instaladas por dez horas (7:00 h às 17:00 h), resultando em uma carga horária de 240 horas de esforço de campo. Na captura foi utilizado um modelo adaptado de armadilhas carregadas com as seguintes essências: eugenol, acetato de benzila, eucaliptol, salicilato de metila, utilizadas em todos os dias de coleta. Depois de coletadas as abelhas foram colocadas em frascos contendo acetato de etila e logo após foram acondicionadas em sacos etiquetados com horário, data e tipo de essência. Posteriormente, passaram por montagens entomológicas e foram enviadas à especialista para identificação. Para avaliar o conhecimento dos moradores resindentes no entorno do Parque Nacional de Sete Cidades sobre as abelhas foi utilizado um questionário aplicado em dez comunidades. Os resultados deste trabalho foram à captura de 132 indivíduos pertencentes à tribo Euglossini, distribuídos em quatro gêneros: Euglossa(Latreille, 1802); Eulaema (Lepeletier, 1841); Eufriesa(Cockerell, 1909) e Exaerete (Hoffmannsegg, 1817), nas duas fitofisionomias estudadas. Na avaliação da atratividade dos compostos aromáticos que foram utilizados, ficou evidenciado a preferência pelo composto eucaliptol, sendo responsável por 65, 15% da amostra total e quanto à percepção da população, foi considerada mediana, nem tão contrastante entre as localidades, nem tão homogênea. Apesar de baixa, estiveram diretamente influenciados pelo nível de instrução, renda familiar e vários problemas encarados por estas comunidades. Dentro dessas premissas, considera-se a área do Parque Nacional de Sete Cidades, de suma importância para o conhecimento e preservação dessas abelhas, sendo o Cerrado um bioma rico, porém pouco conhecido em relação às abelhas dessa família, sendo necessária a realização de pesquisas futuras no âmbito da ecologia do grupo na região, assim como se faz necessária ação junto às comunidades no sentido de melhorar a sua percepção sobre as abelhas e sua importância no contexto ambiental e econômico.

 

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167867 - PAULO ROBERTO RAMALHO SILVA
Interno - 423426 - JOSE DE RIBAMAR DE SOUSA ROCHA
Externo à Instituição - MAURA REJANE DE ARAÚJO MENDES - UESPI
Notícia cadastrada em: 21/06/2013 10:26
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 01/10/2020 05:12