Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: MAILODOVINCI DE SOUSA PEREIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MAILODOVINCI DE SOUSA PEREIRA
DATA: 22/07/2021
HORA: 10:00
LOCAL: sala virtual
TÍTULO: PROPOSIÇÃO DE ZONEAMENTO AMBIENTAL PARA A FLORESTA NACIONAL DE PALMARES
PALAVRAS-CHAVES: Zoneamento. Flona de Palmares. Análise Multicritério.
PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

A lei nº 9985 de 2000, a qual estabelece o Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), divide as Unidades de Conservação (UC) em Unidades de Proteção Integral e Unidades de Uso Sustentável. As primeiras diferenciam-se por sua rígida restrição à presença dos seres humanos e à utilização de seus recursos, já as últimas caracterizam-se pela proposta de uso racional dos recursos e a presença dos seres humanos. O arcabouço legal das Unidades de Conservação preconiza, com o intuito de harmonizar usos e atingir os objetivos de conservação ambiental, o estabelecimento de setores ou zonas com restrições especificas, o zoneamento ambiental. Concebe-se ainda que o zoneamento ambiental deve ser uma ferramenta de gestão advinda de ampla participação dos agentes direta ou indiretamente envolvidos com o uso dos recursos ambientais. Deste modo, o zoneamento ambiental de UCs beneficia-se de arranjos metodológicos que permitam uma análise sistêmica das interfaces que interagem no âmbito das UCs, contudo, sem a ocorrência de afastamentos em relação aos objetivos legalmente firmados quando da criação desses espaços protegidos. Diante o exposto, este estudo intencionou apresentar uma proposta de metodologia de zoneamento ambiental baseada em análise multicritério que aplique os objetivos firmados nos dispositivos legais de criação da UC como critérios de espacialização. O cenário escolhido para aplicação da metodologia foi a Floresta Nacional de Palmares, situada em Altos-PI e criada pelo Decreto s/n de 21 de fevereiro de 2005. A metodologia multicritério escolhida foi o Processo Analítico Hierárquico (AHP) a qual depende da aquisição de pesos para atributos obtidos por grupo de especialistas. Os levantamentos quanto ao meio antrópico da pesquisa envolvem os grupos “comunidade de entorno”, “grupo de especialistas” e “gestores da FLONA”. Preliminarmente, foi obtido o relato do grupo de gestores mediante estabelecimento de questões norteadoras, consoante estabelecido pela metodologia do estudo. Participaram da videoconferência um total de 04 agentes envolvidos diretamente ao cotidiano da UC os quais exercem atividades de gestão, vigilância e educação ambiental.Os resultados preliminares apontam que os agentes que atuam no monitoramento e vigilância da UC são, em sua maioria, provenientes das proximidades da FLONA, de modo que destacam que o desempenho das atividades lhes proporcionou maior compreensão acerca dos serviços ambientais da floresta e da relevância das formas de vida vigentes no território.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2137331 - MAYRA FERNANDES NOBRE MOSCARDI
Interno - 1734425 - MARCELO BARBOSA FURTINI
Interno - 1046342 - ELAINE APARECIDA DA SILVA
Externo à Instituição - SHIRLEY CRISTINA DOS SANTOS - UFMA
Externo à Instituição - RODRIGO GUIMARÃES DE CARVALHO - UERN
Notícia cadastrada em: 09/07/2021 11:01
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 23/10/2021 11:03