Notícias

Banca de DEFESA: TERESA MARIA COELHO DUARTE NETA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: TERESA MARIA COELHO DUARTE NETA
DATA: 31/08/2021
HORA: 08:30
LOCAL: meet.google.com/uos-hbti-vtp
TÍTULO: Expansão Espacial e Mudanças Ambientais a partir do desenvolvimento do Setor Habitacional: Reflexões sobre a Urbanização em Floriano, Piauí
PALAVRAS-CHAVES: Urbanização. Desenvolvimento. Habitação. Ambiente Urbano. Meio Ambiente.
PÁGINAS: 104
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

O estudo da forma urbana trata da compreensão das transformações que ocorreram no passado, para então conceber teorias e entendimentos para o atual espaço urbano, a partir da observância da paisagem numa dimensão espaço-temporal. O fenômeno da urbanização brasileira é desigual, heterogênea, o que dá a este processo singularidades. As diversidades evidenciadas caracterizam os aspectos territorial, regional e ambiental, dando aos espaços urbanos diversas conotações de desenvolvimento, por isso é de suma importância trazer para uma cidade média no sul do Piauí o conhecimento sobre como sucedeu a sua expansão territorial e os aportes para sua urbanização. Floriano é uma das cidades do interior do Piauí com grandes perspectivas para o desenvolvimento urbano, social e econômico. A atribuição pode ser inicialmente explicada pelos investimentos do setor público, privado no setor de serviços e habitação. O estudo tem como objetivo principal analisar a relação da política habitacional e a produção do espaço urbano no contexto de Floriano (PI). De forma mais específica conhecer a configuração histórica que elevou as perspectivas atuais de desenvolvimento; estudar os agentes produtores do espaço urbano florianense; entender o meio ambiente natural diante do intenso processo de incentivo imobiliário; contribuir para o entendimento da trajetória da construção de uma Floriano Urbana. Para construir a dissertação, são empregados procedimentos metodológicos da pesquisa bibliográfica e documental baseado em livros, artigos científicos, documentos e acervos de fotografias dispostas em sites. As bases da pesquisa empírica são utilizadas mediante a necessidade de avaliar a percepção obtida através da experiência, da vivência adquirida no local. Verifica-se, que a estruturação da rede urbana influenciou diretamente a expansão da cidade, tornando-se uma grande área de monopólio entre as cidades vizinhas, com isso a atuação do setor habitacional foi imprescindível para a criação de novas áreas de vivências. As mazelas deste processo são a segregação socioespacial, desigualdade social, diminuição da qualidade ambiental.



MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2129289 - MARCIA LEILA DE CASTRO PEREIRA
Interno - 1354664 - WILZA GOMES REIS LOPES
Interno - 302.181.523-53 - FRANCISCO SOARES SANTOS FILHO - UESPI
Externo à Instituição - CARLOS ALEXANDRE BARBOZA PLINIO DOS SANTOS - UnB
Externo à Instituição - KELLY POLYANA PEREIRA DOS SANTOS - UESPI
Notícia cadastrada em: 17/08/2021 16:07
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 27/10/2021 19:32