Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: LEANDRO JOSE RIBEIRO BATISTA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LEANDRO JOSE RIBEIRO BATISTA
DATA: 04/11/2014
HORA: 09:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO TROPEN/UFPI
TÍTULO:

 

PNEUS (IN) SERVÍVEIS: DESAFIOS DA GESTÃO MUNICIPAL


PALAVRAS-CHAVES:

 

Pneus inservíveis; Gerenciamento; Responsabilidade compartilhada.


PÁGINAS: 90
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

 

Os problemas relacionados aos resíduos sólidos se agravaram de maneira acentuada

nas cidades, em virtude do crescimento da população e da economia. Nesse contexto,

a preocupação com a destinação de pneus aumenta em função de seu formato e

durabilidade, uma vez que a maior parte dos pneus inservíveis descartados é relegada

a locais ambientalmente inadequados. Em virtude desse cenário, foi concebido o

conceito de responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida dos produtos, gerando

assim um ciclo de responsabilidades entre a sociedade e as instituições públicas e

privadas, o que despertou para o estudo sobre o manejo do pneu inservível. Assentado

nessa configuração questionou-se: como se desenvolve o manejo de pneu inservível

em Teresina, com vistas à construção de uma cidade sustentável? Com base nessa

problemática, a hipótese assenta-se em que o gerenciamento de pneus inservíveis

pelo gestor municipal não contribui para a sustentabilidade local. Diante do exposto,

analisou-se como se processa o gerenciamento dos pneus inservíveis da cidade Teresina

nos aspectos socioeconômicos e ambientais. Para tanto, especificaram-se os arranjos

legais, institucionais e administrativos que estabelecem o manejo de pneu inservível;

identificaram-se os agentes responsáveis pelo gerenciamento dos pneus inservíveis em

Teresina; averiguaram-se as ações dos gestores do município de Teresina para o manejo

de pneus inservíveis e verificaram-se as ações dos agentes privados sobre o manejo de

pneus inservíveis. Esta pesquisa caracteriza-se como qualitativa e descritiva analítica,

com foco na observação e interpretação da realidade sob investigação. Dessa forma,

escolheram-se os participantes de acordo com a posição que ocupam no processo de

responsabilidade compartilhada instituída pela Resolução 416/09 e pela Lei 12.305/10.

Nessa perspectiva, a definição da amostra foi por acessibilidade, o que redundou numa

amostra de 17 indivíduos, distinguidos em consonância com sua responsabilidade direta

ou indireta. A partir do contato com os participantes e suas instituições e as informações

obtidas nas entrevistas, constatou-se que não há, ainda, um caminho efetivo a partir do

poder público que garanta uma intervenção sobre o processo de gestão e gerenciamento

dos pneus inservíveis, orientado pela viabilidade social, econômica e ambiental. Logo,

a falta de planejamento e eficácia na articulação integrada da política, do planejamento

e do Plano Diretor com as ações que devem ser realizadas de maneira compartilhada,

através da inserção do pneu no Plano Diretor do município e da participação dos

responsáveis diretos e indiretos,verifica-se que a temática desta pesquisa é respaldada

pela necessidade crescente de um trabalho estruturado na gestão dos resíduos sólidos e,

especialmente, dos pneus inservíveis que passam a demandar ações específicas no seu

processo de gerenciamento.



MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - EDSON VICENTE DA SILVA - UFC
Interno - 423405 - JAIRA MARIA ALCOBACA GOMES
Presidente - 423460 - MARIA DO SOCORRO LIRA MONTEIRO
Notícia cadastrada em: 06/10/2014 10:10
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 15/08/2020 10:21