Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ELISÂNGELA GUIMARÃES MOURA FÉ

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELISÂNGELA GUIMARÃES MOURA FÉ
DATA: 11/12/2012
HORA: 09:30
LOCAL: SALA DE REUNIÃO/TROPEN/UFPI
TÍTULO:

CONSERVAÇÃO, MANEJO E SOCIOBIODIVERSIDADE DO BURITINA COMUNIDADE OLHO D’ÁGUA DOS NEGROS ESPERANTINA –PI


PALAVRAS-CHAVES:

Quilombolas; Território; Sociobiodiversidade; Cadeia produtiva; Buriti, Manejo;


PÁGINAS: 99
GRANDE ÁREA: Outra
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

O buriti enquanto produto da sociobiodiversidade foi priorizado por meio do Plano Nacional de Produtos da Sociobiodiversidade (PNPSB) para o desenvolvimento de arranjos produtivos locais no estado do Piauí.O buritizal é uma palmeira de grande importância ecológica e econômica e destaca-se por sua larga utilização pelas populações tradicionais. Esta pesquisa propõe um estudo da palmeira do buriti (Mauritia flexuosa L.f.), no espaço da Comunidade Quilombola Olho D’Água dos Negros no município de Esperantina (Piauí), a partir do manejo e utilização pela população local, com ênfase no processo de produção, distribuição e consumo Para tanto utilizou-se no seu quadro conceitual concepções de território e territorialidades, bem como o levantamento de políticas públicas voltadas para fortalecer a organização social e produtivas das comunidades quilombolas. O objetivo geral é analisar a importância do buriti tanto para economia local quanto para a conservação do ambiental do espaço da Comunidade Quilombola Olho D’Água dos Negros. A pesquisa realizou-se com a coleta de dados secundários e primários. Os dados secundários foram fundamentados em relatórios técnicos produzidos pelo INCRA e pelo INTERPI e imagem do satélite CBERS 2B referente à área de estudo, disponibilizada gratuitamente pelo INPE. A coleta de dados primários, constituiu-se em pesquisa de campo para verificar os padrões de uso e cobertura das terras, complementados porentrevistas com moradores e observação in loco das etapas de manejo do buriti, desde a extração, o processamento e destinação final. Verificou-se que o espaço produtivo da Comunidade Olho D´Água dos Negros é limitado à algumas áreas de agricultura de subsistência, predominando atividades de subsistências nos quintais,chamados localmente decercados. O buritizal cumpre sua função ecológica protegendo o olho d’água e as veredas, entretanto, o buriti é subutilizado, uma vez que aproveita-se o fruto in natura e o uso comercial limita-se à produção de doces.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - CHRISTIAN DENNYS MONTEIRO DE OLIVEIRA - UFC
Presidente - 423405 - JAIRA MARIA ALCOBACA GOMES
Interno - 1726142 - MAY WADDINGTON TELLES RIBEIRO
Notícia cadastrada em: 22/11/2012 15:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 20/10/2021 05:11