Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: POLLYANA OLIVEIRA DA SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: POLLYANA OLIVEIRA DA SILVA
DATA: 22/10/2015
HORA: 08:00
LOCAL: Núcleo de Pós-graduação do CCA/UFPI
TÍTULO:

Resistência e tolerância de caprinos a infecção por nematóides gastrintestinais


PALAVRAS-CHAVES:

Caprinos. Resistência parasitária. Multivariada. Índice de Seleção.


PÁGINAS: 67
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Produção Animal
RESUMO:

As infecções por nematóides gastrintestinais provocam prejuízos na criação de caprinos, reduzindo a taxa de sobrevivência e o desenvolvimento dos indivíduos pós-infecção. O controle utilizando anti-helmínticos é a forma preferida pelos criadores, no entanto, o uso indiscriminado tem levado os nematóides a desenvolver multirresistência e a solução torna problema de difícil resolução. Nessa perspectiva, com fêmeas naturalmente infectadas por nematóides gastrintestinais analisou-se a variação do OPG, grau de anemia, escore e comprimento corporal, Intervalo de partos, comprimento corporal e peso da cria ao nascer, com o objetivo de caracterizar a sensibilidade de cabras da raça Anglonubiana a infecção por endoparasita, abordada na forma de resistência e/ou tolerância, com base em análise univariada e multivariada, centralizadas no OPG. Tambem verificou-se a influência da infecção na taxa de gestação, bem como a importância da ordem do parto da cabra dentro da estação de nascimentos. Utilizou-se informações de 2009 a 2015 do Banco de dados do rebanho da UFPI, editadas em cinco arquivos cada um contendo informações de 45 cabras mensuradas, respectivamente, durante a gestação, lactação, periparto, vazia período de seca e vazia período de chuvosa do ano. O OPG foi transformado para Log10(OPG+1) e utilizado para ranquear as cabras em cada estagio fisiológico. Calculou-se correlações de Pearson e de Spearman com o OPG tratado como características distintas em cada estágio e formou-se três grupos de cabras com base na soma de rank (Índice de Mulamba e Mock, 1978) dos mesmos animais nos cinco estágios fisiológicos, que foram analisados em parcela subdivida e as medias comparadas pelo teste de Tukey. Em seguida, com analise multivariada estimou-se os dois primeiros componentes Principais com as seis características em cada estágio fisiológico. Estes componentes foram utilizados para calcular a “distancia no gráfico” de cada cabra a uma testemunha ideal (animal simulado com valores desejáveis nas seis características). Com as distâncias obtidas repetiu-se as mesmas análises que foram realizadas com o Log10(OPG +1) como característica única. Constatou que a estratégia de ranquear cabras com base no OPG em diferentes estágios fisiológicos detecta distinção entre animais com perfil de resistência e de sensibilidade a infecção por nematoides gastrintestinais na raça Anglonubiana. Tambem que análise multivariada por componentes principais com dados longitudinais do OPG e de características de desempenho, detecta tolerância diferenciada a infecção por nematoides gastrintestinais na raça, se mostrando consistente para auxiliar na seleção de fêmeas para reposição no rebanho. Em relação a influência da infecção na taxa de gestação em estação de monta no ano de 2012, observou-se que as médias do OPG na escala Log, grau de anemia (Famacha©) e escore da condição corporal foram similares no grupo de  fêmeas que “gestaram” e no que “não gestaram”) e tambem que o contraste fêmeas que “gestaram” vs “não gestaram” não diferiu estatisticamente (P>0,05). Para caracterização da resposta do rebanho ao manejo reprodutivo utilizado, analisou-se a importância da data de ocorrência do parto dentro da estação de nascimentos e o desenvolvimento da cria em função da ordem de nascimento na estação e concluiu-se que fêmeas com idade mais avançada tendem a parir mais cedo e que suas crias apresentam um melhor desenvolvimento ponderal.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167774 - JOSE ELIVALTO GUIMARAES CAMPELO
Interno - 423281 - IVETE LOPES DE MENDONCA
Externo ao Programa - 2872864 - MARCIO DA SILVA COSTA
Notícia cadastrada em: 15/10/2015 09:37
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 14/06/2024 22:49