Notícias

Banca de DEFESA: MARINNA NÉRICA DO NASCIMENTO E SILVA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARINNA NÉRICA DO NASCIMENTO E SILVA
DATA: 19/02/2016
HORA: 08:30
LOCAL: Auditorio do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
TÍTULO:

PARÂMETROS HEMATOLÓGICOS, BIOQUÍMICOS E HORMONAIS RELACIONADOS AO ESTRESSE HIPERTÉRMICO DE OVINOS DAS RAÇAS DORPER, SANTA INÊS E SEUS MESTIÇOS EM CLIMA TROPICAL


PALAVRAS-CHAVES:

temperatura retal

cortisol

Tiroxina


PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Ecologia dos Animais Domésticos e Etologia
RESUMO:

O desempenho produtivo animal depende da interação do patrimônio genético do indivíduo com os fatores do meio ambiente onde ele vive. Os parâmetros sanguíneos e hormonais são utilizados como indicadores homeostáticos, cujas modificações drásticas em seus valores podem causar desequilíbrios orgânicos, que representam a baixa eficiência de adaptação fisiológica. Portanto, com este trabalho, objetiva-se avaliar possíveis modificações hematológicas, bioquímicas e hormonais de ovinos das raças Dorper, Santa Inês e seus mestiços associadas ao estresse hipertérmico em clima tropical. Essa pesquisa será composta por dois experimentos, em ambos será feita a caracterização do ambiente térmico. As coletas serão realizadas em junho/julho de 2015 (ameno e seco), outubro/novembro de 2015 (quente e seco) e fevereiro/ março de 2016 (ameno e úmido). A caracterização do ambiente será feita com a determinação da temperatura ambiente (TA), umidade relativa (UR) e velocidade do vento (VV) e temperatura de globo negro (TGN). A partir da TA, UR e TGN serão calculados os índices: ITU – índice de temperatura e umidade, e ITGU – índice de temperatura de globo e umidade e o Índice de Conforto Térmico (ICT). O experimento 1  será realizado no Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Piauí. Serão utilizados 12 ovinos sendo 6 da raça Dorper e 6 da raça Santa Inês, machos de mesma faixa etária e submetido às mesmas condições de manejo. Serão realizadas duas coletas de sangue, (7-8h e 14-15h) para dosagem de cortisol, triiodotironina (T3) e tiroxina (T4) duas vezes em cada período considerado neste experimento A dosagem do cortisol, T3 e T4 será realizada no setor especializado do Laboratório de Fisiologia e Farmacologia do CCA, pelo método de Radio Imuno-ensaio em fase sólida Nos mesmos horários de coleta de sangue serão avaliados parâmetros fisiológicos, freqüência respiratória (FR) e temperatura retal (TR), dos animais, que serão relacionados ao ambiente térmico.  O experimento 2 será realizado Na fazenda Malhada Vermelha localizada no município de Lagoa Alegre - PI. Serão utilizadas 21 ovelhas prenhes, aproximadamente no terço médio gestacional, sendo 7 da raça Dorper, 7 da raça Santa Inês e 7 mestiças Dorper x Santa Inês, todas em condições clínicas satisfatórias e submetidas às mesmas condições de manejo. Durante este experimento, serão mensurados os parâmetros fisiológicos, frequencia respiratória (FR) e temperatura retal (TR), em dois horários do dia (7-8 e 13-14) quatro vezes em cada período climático considerado neste experimento. Serão realizadas coletas de sangue para análise hematológica, bioquímica sérica e hormonal nos animais, quatro vezes em cada período climático (junho/julho de 2015, outubro/novembro de 2015 e fevereiro/março de 2016). O sangue para o hemograma será obtido através da venopunção da jugular, coletando-se 5 ml de sangue em tubos de ensaio contendo anticoagulante EDTA. O sangue para análise bioquímica e hormonal será coletado em cada animal, através de punção da veia jugular, retirando uma amostra de 5 ml de sangue, utilizando o sistema a vácuo, em tubos sem anticoagulante contendo ativador de coágulo. Com relação a bioquímica sérica serão dosados  glicose (mg/dl), colesterol (mg/dl), triglicerídeos (mg/dl), uréia (mg/dl), creatinina (mg/dl), aspartato aminotrasferase (U/l), alanina aminotransferase (U/l), proteínas totais (g/dl), albumina (g/dl) e calculado a globulina (g/dl). Com o mesmo soro colhido para análise bioquímica, serão dosados Tiroxina (T4 total) e triiodotironina (T3) pelo método ELISA, no Laboratório de Ciências Fisiológicas da UFPÌ. Os dados obtidos serão analisados através do Programa de Estatístico SAS (1997) e as médias comparadas pelo teste de Tukey, a 5% de probabilidade. Serão feitas também estudos de correlação e regressão dos parâmetros fisiológicos com os hematológicos e bioquímicos e hormonais através do programa estatístico SAS (1997).

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423174 - AMILTON PAULO RAPOSO COSTA
Interno - 423289 - JOAO BATISTA LOPES
Interno - 1167774 - JOSE ELIVALTO GUIMARAES CAMPELO
Externo à Instituição - ANTONIO DE SOUSA JUNIOR - UFPI
Externo à Instituição - FIRMINO JOSÉ VIEIRA BARBOSA - UESPI
Externo à Instituição - TANIA MARIA LEAL - EMBRAPA
Notícia cadastrada em: 01/02/2016 14:40
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 16/06/2024 16:19