Notícias

Banca de DEFESA: ELINE CHAVES DE ABREU ALMENDRA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ELINE CHAVES DE ABREU ALMENDRA
DATA: 02/03/2016
HORA: 08:30
LOCAL: Auditório da Pós graduação em Ciência Animal
TÍTULO:

INFLUENCIA DA TERMORREGULAÇÃO NO DESENVOLVIMENTO DE COLÔNIAS DE Melipona compressipes fasciculata.


PALAVRAS-CHAVES:

Apicultura

Ambiencia

Termorregulação


PÁGINAS: 116
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Produção Animal
ESPECIALIDADE: Instalações para Produção Animal
RESUMO:

O Estado do Piauí está localizado na região Meio-Norte do país, é uma área econtonal, e o seu formato alongado, possibilita em seu território a presença de uma grande diversidade de espécies de abelhas. Das espécies de meliponídeos criadas, a tiúba, (M. fasciculata) é uma das preferidas dos criadores da região, devido a sua rusticidade, boa desenvoltura as condições climáticas e ao potencial de produção das suas colmeias. Objetivou-se com esse estudo avaliar as condições climáticas e sua influencia no desenvolvimento com relação ao peso de colônias de Melipona compressipes fasciculata. O experimento foi desenvolvido no Meliponário localizado na zona rural do município de Teresina-PI, na comunidade de Todos os Santos. Foram utilizadas dez colônias de tiúba nidificadas em cortiços advindos de áreas de supressão. Os cortiços foram abertos e os ninhos foram divididos e transferidos para colmeias do modelo INPA, totalizando vinte colônias. As colmeias racionais foram pesadas inicialmente visando a obtenção do peso da caixa vazia, após a transferência dos ninhos, as colmeias foram novamente pesadas. Desta forma, tivemos o peso inicial da colônia. Depois da transferência, as colmeias permaneceram por dois meses em processo de estabilização, visando a reorganização natural das abelhas em suas colônias. Este procedimento se faz necessário para que haja a menor perda de colônias, mesmo assim, ainda perdemos duas famílias, ficando para a análise dezoito colônias. Na área do meliponário foi instalado uma estação meteorológica (data logger), que serviu para coletar os dados com relação a temperatura externa, umidade externa, precipitação pluviométrica, velocidade do vento, ponto de orvalho e sensação térmica. Os dados eram coletados a cada hora e armazenados. As colmeias foram pesadas utilizando-se balança eletrônica, as cinco horas da manhã, uma vez por semana, durante doze semanas. Os dados eram anotados e colocados em planilha eletrônica. O desenvolvimento das colmeias foi avaliado obtendo-se uma co- relação entre o peso das mesmas e aos aspectos climáticos. Onde foi observado que o fator que mais influenciou no aumento do peso foi a precipitação pluviométrica. E os outros fatores influenciaram de forma negativa na elevação do peso das colônias.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - FÁBIA MELLO PEREIRA - EMBRAPA
Externo ao Programa - 1641908 - KARINA RODRIGUES DOS SANTOS
Externo ao Programa - 3319775 - LAURIELSON CHAVES ALENCAR
Presidente - 1555834 - SEVERINO CAVALCANTE DE SOUSA JUNIOR
Externo ao Programa - 1641780 - SINEVALDO GONCALVES DE MOURA
Notícia cadastrada em: 01/03/2016 15:00
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 17/06/2024 23:33