Notícias

Banca de DEFESA: MARCOS DANIEL DE SOUSA FERREIRA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARCOS DANIEL DE SOUSA FERREIRA
DATA: 30/06/2016
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório do Núcleo Integrado de Morfologia e Pesquisas com Células-Tronco – NUPCelt
TÍTULO:

AVALIAÇÃO DA TOXICIDADE SISTÊMICA E REPRODUTIVA DO FRUTO DE Buchenavia tomentosa EM ROEDORES

 


PALAVRAS-CHAVES:

Buchenavia sp. Planta tóxica. Toxicidade reprodutiva. Machos. Fêmeas. Fertilidade


PÁGINAS: 65
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Medicina Veterinária
RESUMO:

Atualmente, são conhecidas 131 espécies de plantas tóxicas para animais de produção no Brasil em 79 gêneros, sendo que na região Nordeste são conhecidas pelo menos 42. Algumas espécies do gênero Buchenavia são apontadas como tóxicas por produtores da Região Norte do Piauí, provocando aborto em ruminantes, mas ainda sem comprovação científica. Considerando a necessidade de investigar este aspecto, este trabalho teve por objetivo geral: investigar os possíveis efeitos adversos induzidos pelo extrato etanólico formulado a partir  do fruto de Buchenavia sp , nos diferentes esquemas de dosificação, sobre o sistema reprodutivo de ratas, observando a influência sobre a prenhez,  e ciclo estral, toxicidade reprodutiva em ratos , bem como, estudo de toxicidade aguda e crônica, e ensaio de letalidade com Artemia salina. Realizaram-se ainda análises fitoquímicas do extrato etanólico e suas frações.  Após cada experimento, os animais foram submetidos a punção intracardiaca para coleta de sangue, para avaliação bioquímica dos parâmetros séricos: fosfatase alcalina, transaminase glutâmica oxaloacética (TGO), transaminase glutâmica pirúvica (TGP), uréia, creatinina, triglicérides e glicose. Os animais foram eutanasiados por excesso da associação anestésica de ketamina e xilazina para remoção e pesagem dos órgãos: ovários, fígado, baço, rins, coração, pulmão e adrenais, para calculo da massa relativa e analise histopatológica. Os resultados foram submetidos a Analise de variância (ANOVA). As diferenças foram avaliadas pelo Teste de Tukey. Os resultados do estudo fitoquímico mostraram a presença de grande quantidade de substâncias. O valor da CL50 foi de 37,29 µg/mL no ensaio de letalidade com Artemia salina. Concluímos que o extrato etanólico do fruto de Buchenavia sp. afeta o ciclo estral e o sistema reprodutor de ratas gestantes, causando diminuição do número de fetos, placentas e pontos de implantação. O referido extrato afeta o sistema reprodutor de ratos machos em virtude da observação da redução da massa de testículos (EEtOH-fB 500mg/kg) e epidídimos (EEtOH-fB 250, 500 e 1000mg/kg) em grupos tratados, que pode levar a redução da fertilidade e atividade contraceptiva.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423624 - SILVANA MARIA MEDEIROS DE SOUSA SILVA
Externo ao Programa - 2156452 - JAMYLLA MIRCK GUERRA DE OLIVEIRA
Externo ao Programa - 2516950 - MARIA ZENAIDE DE LIMA CHAGAS MORENO FERNANDES
Externo à Instituição - ALESSANDRA CAMILLO DA SILVEIRA CASTELLO BRANCO - FSA
Externo à Instituição - PAULO ALEX BEZERRA SALES - NENHUMA
Notícia cadastrada em: 29/06/2016 16:11
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 16/06/2024 16:43