Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: EDNA TELES DOS SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: EDNA TELES DOS SANTOS
DATA: 04/11/2016
HORA: 14:30
LOCAL: Sala 01-PPGZ-Bom Jesus
TÍTULO: LEVEDURA DE CANA-DE-AÇUCAR E ENZIMAS EM DIETAS PARA FRANGOS DE CORTE
PALAVRAS-CHAVES: mananase, tecnase, PNAses
PÁGINAS: 64
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Nutrição e Alimentação Animal
ESPECIALIDADE: Avaliação de Alimentos para Animais
RESUMO:

O uso de enzimas exógenas na alimentação de frangos de corte tem melhorado a digestibilidade de ingredientes com quantidades significativas de polissacarídeos não amiláceos como os encontrados na parede celular da levedura de cana-de-açúcar (Saccharomyces cerevisiae) bem como os presentes nos grão como no milho e soja. Dois experimentos foram conduzidos, o primeiro com o objetivo de avaliar o efeito da inclusão de diferentes dosagens de enzima mananase em dietas com e sem leveduras (experimento 1) e o segundo para avaliar o efeito da inclusão de um complexo enzimático (α-galactosidase, amilase, ß-mananase, α-glucanase, protease e xilanase) em dietas à base de milho e farelo de soja (experimento 2), sobre o desempenho zootécnico, rendimento de carcaça e cortes de frangos de corte de 1 a 42 e 21 a 42 dias de idade, respectivamente. No primeiro experimento utilizou-se 720 pintos de corte macho da linhagem Cobb, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado com seis tratamentos (T1 Dieta Basal sem levedura e sem enzima (DB); T2-DB + 100g/ton de Mananase; T3 - Dieta com inclusão de 7% de levedura (DL); T4 - DL + 80g/ton de Mananase T5 - DL + 100g/ton de Mananase e T6 - DB + 120g/ton de Mananase), seis repetições de 20 aves cada. Aos 7, 21, 33 e 42 dias foram avaliados o peso médio (PM), ganho de peso (GP), consumo de ração (CR) e conversão alimentar (CA). Aos 42 dias foram abatidas duas aves por parcela experimental para avaliação do rendimento de carcaça, cortes e gordura abdominal. Nos períodos de 7, 21, 33 e 42 dias, não foram observados efeitos (p>0,05) dos tratamentos sobre o consumo de ração, bem como para PM e GP aos 7 dias. De uma forma geral as aves que receberam dieta sem levedura e sem enzima apresentaram melhor desempenho e as aves que receberam dieta com levedura e sem enzimas o pior desempenho. Entretanto, a adição de mananase  às dietas com leveduras promoveu melhoria no desempenho, variando a dosagem recomendada em função da idade das aves. Não houve efeito significativo para rendimento de cortes. Melhor rendimento de carcaça foi observado quando as aves receberam DB e o pior com DL. Porém entre os tratamentos com levedura, houve melhoria no rendimento ao incluir mananase. Em relação a deposição de gordura abdominal as aves que ingeriram DB tiveram as menores deposições. A enzima mananase melhora o desempenho zootécnico e rendimento de carcaça em dietas com levedura de cana de açúcar em frangos de corte. No segundo experimento, utilizou 480 aves de corte (21dias), machos da linhagem Cobb, distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, com 4 tratamentos (T1-Controle Positivo (CP), T2-CP com 200g/t de Tecnase, T3-Controle Negativo (CN) e T4-CN com 200g/t de Tecnase), 8 repetições e 15 aves cada. O peso médio (PM), ganho de peso (GP), consumo de ração (CR) e conversão alimentar (CA) foram avaliados aos 33 e 42 dias.  Aos 42 dias foram abatidas três aves por parcela para avaliação do rendimento de carcaça, cortes e gordura abdominal. Não foi observado efeito significativo dos tratamentos sobre as variáveis de desempenho, rendimento de carcaça, corte e gordura abdominal em frangos de corte aos 33 e 42 dias, respectivamente. Com base nos resultados do segundo experimento, a inclusão do complexo enzimático em dietas a base de milho e farelo de soja não promovem prejuízo sobre o desempenho zootécnico, rendimento de carcaça, corte e gordura abdominal em frangos de corte aos 42 dias de idade


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1650875 - LEILANE ROCHA BARROS DOURADO
Externo ao Programa - 1551976 - GUILHERME JOSE BOLZANI DE CAMPOS FERREIRA
Externo ao Programa - 1671082 - LEONARDO ATTA FARIAS
Notícia cadastrada em: 27/10/2016 10:41
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 18/06/2024 00:46