Notícias

Banca de DEFESA: FLORA SUZANE PARENTE MAIA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FLORA SUZANE PARENTE MAIA
DATA: 09/02/2017
HORA: 14:00
LOCAL: Nucleo de Pos Graduação do CCA/UFPI
TÍTULO: Características com correlação e complementação funcional em Índice de seleção para reposição de fêmeas em caprinos
PALAVRAS-CHAVES: manejo, reprodução sanidade
PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
RESUMO:

No manejo reprodutivo de animais domésticos a reposição de fêmeas deve ser realizada com animais do próprio rebanho e com base em índices de seleção, cuja eficiência dependerá da capacidade de combinar complementaridade e explorar a natureza da relação entre características. Nessa perspectiva, objetivou-se estimar correlação entre características de sanidade, desempenho, reprodução e de morfologia corporal, para explorar associação e funcionalidade na forma de índice de seleção. Analisou-se o Banco de dados (2002 a 2016) do rebanho caprino da UFPI, Identificando-se as características quanto a resposta à seleção e se função de desempenho, reprodução, sanidade ou morfometria. A amplitude e natureza da associação foram estimadas com correlação de Pearson entre todas. Com análise bivariada calculou-se as correlações genética, fenotípica e ambiental do Frame, OPG, IPP, PD e PCN, tambem o valor genético dos animais com o Wombat. Definiu-se um Índice de seleção multivariado (ISM=∑aiXi, sendo ai ponderadores relativos). ISM = 0,30(Frame) - 0,25(Log10OPG) - 0,15(IPP) + 0,20(PD) + 0,10(PCN), que foi utilizado para ordenar 180 matrizes do rebanho, com os valores genéticos e os fenotípicos delas nessas características. Ordenou-se tambem com base em cada característica individualmente. Para aferir a eficiência dos índices considerou-se como referencia o ordenamento com o ISM Vg, utilizando-se correlações de ordem de Spearman. A predição de ganho genético em cada característica com a utilização dos índices para a reposição de fêmeas no rebanho foi avaliada aplicando-se pressão de seleção de 20% nas 180 cabras utilizadas nos ordenamentos com os índices de seleção (valor de h2 da literatura). Calculou-se o ganho genético nas características submetidas a seleção direta e tambem a resposta correlacionada obtida e a teórica, nas demais. Constatou-se que 61% das correlações entre as 20 características apresentaram valor negativo, porem inferiores a 0,32. Já 27% das correlações positivas apresentaram valores superiores a 0,5, se destacando as relacionadas a mesma função, a exemplo do tamanho do animal. Esse resultado reforça a importância de índice de seleção com uma característica marcadora das demais da mesma função. Com base apenas nas correlações, o peso ao nascer, o escore e o perímetro torácico da cabra não se apresentaram como bons marcadores para seleção e que as caraterísticas de reprodução tenderam se mostrar negativamente relacionadas com o peso ou tamanho do animal. A eficiência da resposta correlacionada teórica foi inferior à estimada pela razão dos Diferenciais de seleção fenotípico indireto / direto. A baixa correlação entre as características leva a pequeno ganho genético por resposta correlacionada e levou a baixa eficiência de resposta correlacionada no rebanho. O ganho genético previsto com o Índice de seleção fenotípico múltiplo parece priorizar animal com perfil intermediário. Os índices fenotípicos mostraram consistência para reposição de fêmeas com animais do rebanho..


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167774 - JOSE ELIVALTO GUIMARAES CAMPELO
Interno - 1550485 - JOSE LINDENBERG ROCHA SARMENTO
Externo à Instituição - LUIZ ANTONIO SILVA FIGUEIREDO FILHO - IFMA
Notícia cadastrada em: 30/01/2017 13:39
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 14/06/2024 23:19