Notícias

Banca de DEFESA: DELANO DE SOUSA OLIVEIRA

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DELANO DE SOUSA OLIVEIRA
DATA: 03/03/2017
HORA: 08:00
LOCAL: Auditório do PPGCA/UFPI
TÍTULO: AVALIAÇÃO DE DIETAS FORMULADAS CONFORME O NRC (2007), COM OU SEM RESTRIÇÃO DE NUTRIENTES, PARA CORDEIROS TERMINADOS EM CONFINAMENTO NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO
PALAVRAS-CHAVES: exigências nutricionais, restrição alimentar, ovinos, produção de carne, semiárido brasileiro
PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Nutrição e Alimentação Animal
ESPECIALIDADE: Exigências Nutricionais dos Animais
RESUMO:

O estabelecimento de dietas deve contemplar o potencial genético dos animais, as condições ambientais e a velocidade de ganho em ambiente de desafio nutricional, com influência na precocidade do acabamento, do que decorre a busca por adoção e ajustes nos sistemas de exigências, sendo o NRC (2007) o mais adotado para ovinos, e passível de validação e análise, considerando-se as características dos fatores que definem a produção de ovinos no semiárido do Brasil. Objetivou-se avaliar dietas formuladas conforme o NRC (2007), com ou sem restrição de nutrientes, para cordeiros de dois grupos genéticos naturalizados ao semiárido brasileiro, prevendo-se maturidade precoce e tardia. Avaliou-se o consumo (g/UTM), a digestibilidade, o comportamento ingestivo, o desempenho e características da carcaça e da carne dos cordeiros; procedendo-se ainda análise econômico-financeira das dietas. Foram utilizados 20 cordeiros Santa Inês e 20 Morada Nova. Adotou-se o delineamento experimental inteiramente ao acaso, em esquema fatorial 2 x 2, com dois tipos de formulações (para maturidades precoce e tardia) e dois níveis de restrição de proteína (PB) e energia (NDT) (0 e 15%), com cinco repetições por tratamento para cada grupo genético. A dieta prevendo-se maturidade precoce, independentemente da restrição de PB e NDT, proporcionou os melhores consumos, digestibilidade, parâmetros comportamentais e desempenho ponderal de cordeiros Santa Inês e Morada Nova. Com exceção do consumo e digestibilidade da PB, no qual foi maior para dieta prevendo-se maturidade tardia. A dieta prevendo-se maturidade precoce proporcionou maiores pesos e rendimentos de carcaça, cortes comerciais, assim também como os componentes não-carcaça e medidas morfométricas da carcaça fria para ambos os grupos genéticos. Quando aplicada restrição de 15% de PB e NDT na dieta para maturidade precoce, verificou-se menor área de olho de lombo para os cordeiros Santa Inês. Em relação à composição físico-química da carne, em si considerando os cordeiros Santa Inês, a dieta para maturidade precoce proporcionou maior perda de água por cocção e lipídios. Já a dieta para maturidade tardia maior valor de cinzas. Para os cordeiros Morada Nova, a dieta formulada para maturidade precoce com restrição de 15% de PB e NDT proporcionou menor umidade e maior teor de lipídios. A restrição de 15% de PB e NDT propiciou menor valor de capacidade de retenção de água para ambos os grupos genéticos. Os indicadores econômicos e de investimentos foram positivos para todas as dietas avaliadas em ambos os grupos genéticos. Contudo, a dieta formulada para maturidade precoce com 15% de restrição de PB e NDT apresentou indicadores mais rentáveis. A formulação de dietas com redução de 15% nos teores de PB e NDT indicados pelo NRC (2007) para a maturidade precoce é a mais indicada para a terminação em confinamento de cordeiros do grupamento genético Santa Inês e Morada Nova no semiárido nordestino.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167667 - ARNAUD AZEVEDO ALVES
Interno - 446.200.203-20 - DANIELLE MARIA MACHADO RIBEIRO AZEVEDO - EMBRAPA
Externo ao Programa - 947.481.873-87 - MIGUEL ARCANJO MOREIRA FILHO - UFMA
Externo à Instituição - MARCOS CLAUDIO PINHEIRO ROGERIO - EMBRAPA
Externo à Instituição - ROBERTO CLÁUDIO FERNANDES FRANCO POMPEU - EMBRAPA
Notícia cadastrada em: 06/02/2017 17:15
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 17/06/2024 21:53