Notícias

Banca de DEFESA: CAMILA MARIA COUTINHO MOURA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CAMILA MARIA COUTINHO MOURA
DATA: 17/03/2017
HORA: 16:30
LOCAL: Auditório do Programa de Pós-graduação em Ciência Animal
TÍTULO: Qualidade microbiológica do filé de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) conservada em gelo escam
PALAVRAS-CHAVES: coliformes, bactérias heterotróficas, psicrófilos
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Ciência de Alimentos
ESPECIALIDADE: Microbiologia de Alimentos
RESUMO:

Os peixes são considerados como alimentos muito perecíveis devido a fatores como: pH próximo a neutralidade, elevados níveis de atividade de água, composição nutricional e fragilidade do tecido conjuntivo. Para inibir o desenvolvimento da microbiota acompanhante em todas as etapas da cadeia produtiva, os peixes devem ser acondicionados em gelo e armazenados em temperaturas baixas. Desta forma, este trabalho objetivou avaliar as condições microbiológicas de filés de tilápias do Nilo (Oreochromis niloticus) armazenados em refrigeração acondicionados em gelo. Para realização deste trabalho foram realizadas três coletas de peixes e de gelo em quatro barracas do Mercado do Peixe em Teresina, PI. Em cada barraca coletava-se duas tilápias com peso médio de 800 g, perfazendo um total de 24 amostras de peixes. Após as coletas, as tilápias foram transportadas em caixas isotérmicas para o Setor de Processamento de Pescado onde foram filetados. O filé do lado esquerdo era dividido em duas partes iguais. Em uma delas as seguintes análises microbiológicas eram realizads imediatamente: enumeração de coliformes termotolerantes e totais, contagem de bactérias heterotróficas mesófilas e psicrófilas. A outra parte foi acondicionada em caixa isotérmica acondicionada com a amostra de gelo para estocagem sob refrigeração doméstica por oito horas. Decorrido esse tempo também eram realizadas as mesmas análises microbiológicas da outa parte. As amostras de gelo inicialmente não apresentavam contaminação microbiológica. As amostras de filé apresentavam os mesmos índices de contaminação microbiana antes e após estocagem. Pode-se verificar que o gelo que foi utilizado para acondicionamento de filé apresentou a mesma quantidade de bactérias que os filés, caracterizando que a contaminação do gelo era proveniente do contato com os filés. As amostras, tanto de gelo quanto de file de tilapia não apresentaram coliformes totais nem termotolerantes.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423411 - MARIA CHRISTINA SANCHES MURATORI
Interno - 423661 - MARIA MARLUCIA GOMES PEREIRA NOBREGA
Externo ao Programa - 2159669 - RAIZZA EVELINE ESCÓRCIO PINHEIRO
Externo ao Programa - 876.013.973-00 - RODRIGO MACIEL CALVET - IFMA
Notícia cadastrada em: 17/02/2017 08:59
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 23/06/2024 05:49