Notícias

Banca de DEFESA: FELIPE PEREIRA DA SILVA BARÇANTE

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: FELIPE PEREIRA DA SILVA BARÇANTE
DATA: 25/02/2013
HORA: 10:00
LOCAL: Auditório do PPGCA / CCA / UFPI
TÍTULO:

USO DE SÊMEN DILUIDO EM ACP102® E RESFRIADO EM OVINOS DE CORTE


PALAVRAS-CHAVES:

Pequenos ruminantes. Inseminação artificial. Água de coco. Gema de ovo.


PÁGINAS: 45
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Medicina Veterinária
SUBÁREA: Reprodução Animal
ESPECIALIDADE: Inseminação Artificial Animal
RESUMO:

A água de coco é um diluente que vem sendo utilizado na inseminação artificial em pequenos ruminantes, principalmente pelo seu baixo custo, de fácil aquisição e por se destacar em relação a outros diluentes. Desta forma, este trabalho teve por objetivo avaliar a taxa de fertilidade “in vivo” do sêmen ovino diluído e resfriado a 4°C em água de coco em pó (ACP®-102) com e sem gema de ovo na inseminação artificial por via cervical superficial em ovelhas mestiças da raça Santa Inês. Foram utilizadas 59 matrizes e um reprodutor. As matrizes foram divididas em 3 grupos: ACP®-102 sem gema de ovo e resfriado a 4ºC por 12 horas, ACP®-102 com 2,5% de gema de ovo igualmente resfriado e grupo controle com sêmen fresco diluído em ACP®-102 sem gema de ovo. As palhetas de 0,25 mL possuíam dose inseminante de 250 x 106 espermatozóides/fêmea. Os animais foram sincronizados utilizando esponjas intravaginais impregnadas com progesterona por 14 dias, seguida de aplicação de 300UI de eCG no momento da retirada das esponjas. A inseminação ocorreu 55 horas após a retirada das esponjas. O diagnóstico de gestação foi realizado aos 30, 45 e 60 dias, com verificação do sexo das crias ao nascimento. Os parâmetros reprodutivos foram analisados através do teste de qui-quadrado (X2). O estudo demonstrou diferença significativa nas taxas de gestação aos 30, 45 e 60 (P<0,05), entre os grupos controle (57,9 e 52,6%) e ACP® (25,0%). Já o grupo ACP® com gema de ovo (40,0%)  não diferiu dos demais grupos. O número de crias fêmeas no grupo ACP® foi superior significativamente (83,3%) em relação ao grupo controle (44,4%) e ACP® com gema de ovo (54,6%). Em relação à quantidade de produtos ao parto, os grupos ACP® e ACP® com gema de ovo apresentaram uma maior taxa de gestação gemelar (60 e 62,5%, respectivamente), diferenciando significativamente do grupo controle. Portanto, o ACP® 102, possui efeito positivo quando adicionado 2,5% de gema de ovo no sêmen resfriado a 4°C por 12 horas, além de proporcionar uma maior quantidade de crias fêmeas quando, o mesmo, é utilizado resfriado por 12 horas a 4°C sem a adição de gema de ovo em ovinos de corte. 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1643184 - NEY ROMULO DE OLIVEIRA PAULA
Externo ao Programa - 1739707 - JANAINA DE FATIMA SARAIVA CARDOSO
Externo à Instituição - CRISTIANE CLEMENTE DE MELLO SALGUEIRO - UnP
Externo à Instituição - JOSE FERREIRA NUNES - UECE
Notícia cadastrada em: 25/02/2013 09:45
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 16/06/2024 15:18