Notícias

Banca de DEFESA: SNAYLLA NATYELLE DE OLIVEIRA ALMENDRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: SNAYLLA NATYELLE DE OLIVEIRA ALMENDRA
DATA: 25/02/2013
HORA: 15:00
LOCAL: Auditório do programa de pós-graduação em ciência animal
TÍTULO:

Selênio e Vitamina E em rações para frangos de corte estressados por calor cíclico


PALAVRAS-CHAVES:

antioxidante, desempenho, órgãos digestivos, órgãos linfóides, temperatura


PÁGINAS: 42
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Nutrição e Alimentação Animal
RESUMO:

O uso de nutrientes funcionais (vitaminas, minerais), em rações, tem sido avaliado como forma de minimizar o efeito das altas temperaturas sobre o desempenho de frangos de corte. Dessa forma, objetivou-se avaliar o efeito da associação selênio orgânico e vitamina E, em rações para frangos de corte de 1 a 21 dias de idade, sobre os parâmetros de desempenho, rendimento de carcaça e peito e peso relativo de órgãos linfóides e digestivos. 700 pintos machos e fêmeas da linhagem Ross foram submetidos a um delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial 2 x 3 + 1, sendo dois níveis de selênio orgânico, três níveis de vitamina E e uma dieta controle, com cinco repetições. Os níveis de selênio adotados foram: 0,2 e 0,4 mg/kg de selênio orgânico (Sel-plex) e de vitamina E: 300, 400 e 500 mg/kg de acetato de DL α-tocoferol. O experimento foi dividido em duas fases, de 1 a 7 e 1 a 21 dias de idade. As aves e as rações foram pesadas no início e ao final de cada fase para obtenção dos parâmetros de desempenho. Aos 21 dias o experimento foi finalizado e duas aves foram abatidas para avaliação do rendimento de carcaça, peito e peso de órgãos. Os tratamentos não influenciaram o desempenho das aves na primeira e segunda fase, porém houve interação entre os níveis de selênio e vitamina E estudados sobre o rendimento de carcaça das aves aos 21 dias de idade. A associação do mineral com a vitamina melhorou o rendimento de peito e o peso relativo do baço de forma linear. A suplementação da ração com 0,4 mg/kg de selênio orgânico melhora o rendimento de carcaça de frangos de corte até o nível de 411,54 mg/kg de vitamina E, e influencia positivamente o rendimento de peito e peso do baço.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423289 - JOAO BATISTA LOPES
Interno - 423442 - AGUSTINHO VALENTE DE FIGUEIREDO
Externo à Instituição - LIDIANA DE SIQUEIRA NUNES RAMOS - CEFET/PI
Notícia cadastrada em: 25/02/2013 12:20
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 17/06/2024 21:12