Notícias

Banca de DEFESA: LEIDIANE SOUSA SANTOS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LEIDIANE SOUSA SANTOS
DATA: 27/02/2019
HORA: 15:00
LOCAL: Auditório do Programa de Pós-Graduação em Ciências Agrárias
TÍTULO: QUALIDADE DA ÁGUA DE POÇO UTILIZADA PARA CONSUMO HUMANO EM ASSENTAMENTOS RURAIS DE TERESINA, PIAUÍ
PALAVRAS-CHAVES: saúde humana, saneamento, água potável, qualidade de vida, abastecimento de água
PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Ciência e Tecnologia de Alimentos
SUBÁREA: Ciência de Alimentos
ESPECIALIDADE: Microbiologia de Alimentos
RESUMO:

Em decorrência da precária estruturação sanitária em assentamentos rurais como: ausência de abastecimento de água tratada pela rede pública, coleta de lixo e saneamento, assentados buscam resolver estes problemas com soluções possíveis. Para a obtenção de água, famílias assentadas utilizam poços tubulares profundos, que podem tornar-se contaminados em função da falta de saneamento básico. Diante disto, objetivou-se neste trabalho avaliar a potabilidade da água de poço utilizada para consumo humano em assentamentos rurais de Teresina-PI, com relação aos parâmetros físico-químicos, microbiológicos e parasitológicos. Foram coletadas cinco amostras de água nos três períodos: chuvoso (fevereiro a abril); intermediário (junho a agosto) e seco (setembro a novembro), nos nove assentamentos, totalizando 135 amostras de água. Foram constatados problemas de ordem sanitária envolvendo os nove assentamentos rurais, como coleta inadequada de lixo e ausência de abastecimento de água potável. Quanto aos parâmetros físico-químicos analisados de: pH, cloro, ferro, amônia, turbidez, cor, oxigênio consumido, cloreto, dureza e alcalinidade, apresentaram-se em conformidade quanto aos limites exigidos pela Legislação. Entretanto, a análise de coliformes totais evidenciou alta frequência destes micro-organismos nos nove assentamentos e em todos os períodos avaliados. Para Escherichia coli, esta frequência ocorreu em 77% dos assentamentos, destacando o período chuvoso e intermediário. Por fim, na avaliação parasitológica, observou-se frequência em 44% dos assentamentos, dos períodos chuvoso e intermediário, com observação de cistos de Giardia sp. e Entamoeba histolytica. Desta forma, a água de poços utilizada para consumo humano nos assentamentos rurais pesquisados em Teresina-PI não é potável por estar em desconformidade com os parâmetros microbiológicos e parasitológicos. Tendo em vista os resultados desta pesquisa, consideram-se urgentes ações que viabilizem um fornecimento de água tratada e condições de saneamento básico para estes assentados.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423411 - MARIA CHRISTINA SANCHES MURATORI
Externo ao Programa - 423602 - MARIA JOSE DOS SANTOS SOARES
Externo ao Programa - 2159669 - RAIZZA EVELINE ESCÓRCIO PINHEIRO
Externo à Instituição - RODRIGO MACIEL CALVET - IFMA
Notícia cadastrada em: 26/02/2019 13:19
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 13/06/2024 11:55