Notícias

Banca de DEFESA: MARIA DULCEYELENA CALIXTO DE SOUSA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MARIA DULCEYELENA CALIXTO DE SOUSA
DATA: 17/04/2019
HORA: 08:00
LOCAL: Prédio do Programa d ePós-Graduação em Ciência Animal
TÍTULO: Massa de forragem e valor nutritivo do capim-tifton 85,sob diferentes alturas de corte, consorciado com leucena
PALAVRAS-CHAVES: alturas de dossel, Cynodon, relação folha/colmo, Leucaena.
PÁGINAS: 40
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Pastagem e Forragicultura
ESPECIALIDADE: Avaliação, Produção e Conservação de Forragens
RESUMO:

Neste trabalho objetivou-se avaliar a produção de forragem e o valor nutritivo do capim-tifton 85 e da leucena cultivados em consorcio O trabalho foi conduzido na Universidade Federal do Piauí (UFPI), Teresina - PI, durante o período de maio de 2018 a janeiro de 2019. A área experimental utilizada foi 257.4 m², formada por leucena cultivada em linhas e entre estas o capim tifton – 85. A leucena foi cortada em idades de rebrotação entre 42 e 51 dias e o capim nas seguintes alturas: 25; 35;45 e 55 cm. Foram avaliados a produtividade da gramínea e da leguminosa, a interceptação luminosa (IL) do capim, e o s teores de proteína bruta (PB), fibra em detergente neutro (FDN), fibra em detergente ácido (FDA), lignina (LIG), cinza (CZ), digestibilidade in vitro da materia seca (DIVMS) e orgânica (DIVMO). O delineamento experimental adotado foi em blocos casualizados, sendo distribuídos em cinco blocos com quatro tratamentos. O crescimento do capim foi linear, com massa de forragem de 1750,99 kg aos 25 cm de altura e 3737,90 kg MS háˉ¹ aos 55 cm. O maior valor de IL foi 92,64% com o capim aos 55 cm de altura. Para a leucena a  massa de forragem média foi1000 kg de MS háˉ¹. Entre as alturas de 25 e 55 cm o teor de PB do capim caiu de 12% para 10% e o teor de FDN aumentou de 78 para 82%, A DIVMS foi 47% na menor altura do capim com valores médios de 35% nas alturas de 45 e 55 cm. A leucena além de contribui com o aumento da massa de forragem para os cortes a partir de 35 cm, também melhorou a qualidade da foragem no sistema, uma vez que PB variou de 21 a 30%, o teor de FDN foi 51% e a DIVMS entre 61 e 70%. A altura entre 35 e 45 cm é indicada para o corte do capim tifton -85 em consorcio com leucena.  


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423364 - MARIA ELIZABETE DE OLIVEIRA
Interno - 1550698 - DANIEL LOUCANA DA COSTA ARAUJO
Externo à Instituição - MAURILIO SOUZA DOS SANTOS - UESPI
Notícia cadastrada em: 27/03/2019 08:28
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 17/06/2024 19:53