Notícias

Banca de DEFESA: RONIELLE PEREIRA RIBEIRO DE SOUSA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RONIELLE PEREIRA RIBEIRO DE SOUSA
DATA: 17/06/2019
HORA: 08:30
LOCAL: Núcleo integrado de Morfologia e Pesquisas com Células-Tronco (NUPCelt)
TÍTULO: Isolamento e Caracterização de Células-Tronco Mesenquimais Adipoderivadas de Suínos
PALAVRAS-CHAVES: : Suíno, cultura celular, células-tronco do tecido adiposo, diferenciação celular, imunofenotipagem
PÁGINAS: 48
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Medicina Veterinária
SUBÁREA: Clínica e Cirurgia Animal
ESPECIALIDADE: Clínica Veterinária
RESUMO:

O tecido adiposo é uma importante fonte de células-tronco mesenquimais. As células-tronco  adipoderivadas (CTMA) são de fácil isolamento, processo realizado por procedimento simples de lipossucção, o que favorece à maior quantidade de células em comparação com outras fontes. A utilização das CTMA em medicina regenerativa e engenharia tecidual é promissora principalmente devido ao seu potencial plástico, sua capacidade parácrina na secreção de citocinas, quimiocinas e fatores de crescimento, além da atividade anti-apoptótica, anti-inflamatória, proangiogênica, imunomodulatória e efeitos anticicatrizantes. Este trabalho tem por objetivo caracterizar uma população de CTMA suína, por meio de ensaio de plasticidade, clonogenicidade, cinética celular e imunofenotipagem. A coleta de tecido adiposo foi realizada em dois porcos sadios, com idade entre 70-90 dias, oriundos do criatório de suínos do setor de Zootecnia da Universidade Federal do Piauí. O material foi dissociado mecanicamente em uma placa de petri, sendo adicionado colagenase do tipo I para digestão enzimática, incubado em estufa úmida a 37ºC com 5% de CO2 e 95% de umidade durante 30 minutos. A reação enzimática foi neutralizada pela adição de meio de cultura basal completo alpha-MEM a 37ºC, suplementado. As culturas foram expandidas em garrafas de 25cm2 até a 3 passagem, fotografadas em microscópio invertido. Após o estabelecimento da cultura, foi realizada a avaliação da morfologia celular, ensaio de unidade formadora de colônia, cinética celular utilizando azul de Trypan e MTT, plasticidade e caracterização imunofenotípica. O processo de isolamento das CTMA demonstrou em todas as amostras adesão à superfície plástica e morfologia celular de fusiforme a fibroblastoíde, núcleos esféricos e proliferação em monocamada, comprimento médio de 46,34 ± 13,50µm e largura média de 7,61 ± 1,23µm. No ensaio de UFC foi possível observar a formação de 187 colônias bem definidas. Na curva de crescimento com Trypan as células apresentaram concentração média de 1,69 ± 1 x 105 células por poço cultivado e viabilidade média de 90,94 ± 0,05%, exibindo as fases LAG, LOG, PLATEAU e DECLÍNIO. Quanto ao MTT demonstraram absorbância média de 2,39 ± 0,72, apresentando as fases LAG, LOG e DECLÍNIO, não sendo observada fase PLATEAU. As CTMA apresentaram diferenciação nas três linhagens, adipogênica, osteogênica e condrogênica. Quanto à caracterização por citometria de fluxo expressaram CD14-/CD90+/CD105+. Conclui-se que, o tecido adiposo de suíno apresenta uma população distinta de células-tronco mesenquimais capaz de manter-se em expansão contínua, em cultivo, originando três linhagens celulares mesodermais distintas e expressando os marcadores específicos, o que demonstra a eficácia do método.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 422578 - MARIA ACELINA MARTINS DE CARVALHO
Interno - 1691866 - NAPOLEAO MARTINS ARGOLO NETO
Externo ao Programa - 423586 - MIGUEL FERREIRA CAVALCANTE FILHO
Externo à Instituição - DAYSEANNY DE OLIVEIRA BEZERRA - IFPI
Notícia cadastrada em: 03/06/2019 10:12
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 13/06/2024 10:35