Notícias

Banca de DEFESA: ALZIRA REGINA SILVA DE DEUS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ALZIRA REGINA SILVA DE DEUS
DATA: 04/03/2020
HORA: 14:00
LOCAL: Núcleo de Pós-Graduação do CCA
TÍTULO: APLICAÇÃO DE MARCADORES MOLECULARES PARA CARACTERIZAÇÃO DA ESTRUTURA POPULACIONAL, DIVERSIDADE GENÉTICA E ESTIMAR RELAÇÕES DE PARENTESCO EM OVINOS SANTA INÊS
PALAVRAS-CHAVES: conservação de recursos genético, matriz de parentesco, melhoramento genético, microssatélite, SNP
PÁGINAS: 80
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
RESUMO:

Objetivou-se com esse estudo caracterizar a estrutura populacional, a diversidade genética e estimar as relações de parentesco em rebanhos de ovino Santa Inês criados no Meio-Norte brasileiro, através da utilização de marcadores moleculares. Para tanto, coletou-se sangue de 257 ovinos Santa Inês de seis diferentes populações nos estados do Piauí e Maranhão. O DNA extraído do sangue foi qualificado por eletroforese em gel de agarose. Para análises com microssatélite, foram realizadas PCRs a partir de 20 loci recomendados pela FAO. As amostras amplificadas foram genotipadas por eletroforese em gel de poliacrilamida e revelação em nitrato de prata. As análises foram realizadas em diversos programas estatísticos para caracterização populacional, diversidade genética e estimar as relações de parentesco. Para as analises com SNP, o painel Ovine SNP50 BeadChip foi utilizado para genotipagem dos indivíduos, sendo utilizado 47.069 SNPs para gerar a matriz de parentesco. As análises de controle de qualidade foram realizadas através do programa PREGSF90 da família de programas BLUPF90. No Capitulo 1, foram estimados parâmetros populacionais para análise da estrutura populacional e diversidade genética. Todos os loci apresentaram-se altamente polimórficos e com alto poder de descriminação, mostrando-se importantes para esse estudo. Os marcadores demonstraram alto potencial para inferir parentesco, apresentando probabilidade de exclusão maior que 0,74. Cinco dos seis rebanhos apresentaram desvio do equilíbrio de Hardy-Weinberg. O nível de diversidade genética apresentou uma média de 0,89 ± 0,2, mostrando que os rebanhos possuem alta variabilidade genética. Foram detectados indícios de gargalo e erosão genética, sugerindo que as populações estudadas apresentavam moderada diferenciação genética, com ocorrência de migração entre as fazendas. No Capitulo 2, estimou-se as relações de parentesco utilizando marcadores microssatélite e SNP. Para tanto, foram geradas matrizes de parentesco genômico que indicou diferentes graus de parentesco entre pares de indivíduos, sendo as principais relaçções apontadas como irmão completo, meio irmão, pai-filho e não relacionados. Os dados de genótipos dos microssatélite indicaram o estimador DyadML como melhor para analise de parentesco. Os 257 indivíduos estudados apresentarem valores de parentesco médio de 0,3478, onde indivíduos não aparentados e pai-filho mostraram valores próximo ao esperado. A análise com as seis populações separadas apresentaram resultados que seguiu o mesmo padrão da análise com todos os indivíduos. A matriz de parentesco gerada com o marcador SNP apresentou valores de parentesco variando de 0,0919 a 0,6644, corroborando com os valores encontrados com os microssatélites. Nas populações estudadas as relações de parentesco mais frequentes  foram as condizentes com meio irmão ou não relacionados, com o uso de ambos os marcadores. Os resultados encontrados indicam que rebanhos Santa Inês presentes na região Meio-Norte do Brasil apresentam alta variabilidade genética com moderada estruturação populacional. As estimativas de parentesco realizadas através de marcadores microssatélites foram capazes de estimar as relações entre indivíduos com confiança de 95%, indicando a aplicabilidade desse marcador para análise de parentesco. Assim, metodologias como essas podem ser inseridas em programas de melhoramento e conservação de recursos genéticos, oferecendo ganhos tanto para a espécie como para os produtores.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1550485 - JOSE LINDENBERG ROCHA SARMENTO
Externo ao Programa - 1737174 - FABIO BARROS BRITTO
Externo ao Programa - 2993761 - NATANAEL PEREIRA DA SILVA SANTOS
Externo à Instituição - GEICE RIBEIRO DA SILVA - NENHUMA
Notícia cadastrada em: 18/02/2020 15:32
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 17/06/2024 22:50