Notícias

Banca de DEFESA: DÉBORA CRISTINA FURTADO DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DÉBORA CRISTINA FURTADO DA SILVA
DATA: 26/06/2020
HORA: 08:30
LOCAL: Plataforma MEET
TÍTULO: PRODUTIVIDADE, DESIDRATAÇÃO, CARACTERÍSTICAS MICROBIOLÓGICAS E VALOR NUTRITIVO DO FENO DE CAPIM-TIFTON 85 (Cynodon spp.) SOB CONDIÇÃO TROPICAL
PALAVRAS-CHAVES: Curva de desidratação, Fenação, Fungo, Gramínea, Micotoxina, Valor nutritivo.
PÁGINAS: 69
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Nutrição e Alimentação Animal
ESPECIALIDADE: Avaliação de Alimentos para Animais
RESUMO:

Objetivou-se avaliar a produção da forragem, desidratação, contaminação por fungos no capim logo após o corte, após o armazenamento e o valor nutritivo do feno de capim-Tifton 85 em função do período seco e chuvoso do ano e altura da planta. Foi adotado o delineamento inteiramente casualizado em parcelas subdivididas 2 x 7 x 3, tendo nas parcelas alturas de (49,8/56,8 cm e 63,3/74,4 cm), nas subparcelas os tempo (0, 3, 5, 7, 8, 9 e 10h00 época seca e 0, 3, 5, 7, 8, 11 e 13h00 época chuvosa) e três repetições. O experimento foi realizado no Departamento de Zootecnia do Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal do Piauí. A forragem colhida com altura 49,8/56,8 cm e 63,3/74,4 cm, quando fenada sob condições de elevada temperatura ambiente e baixa umidade relativa do ar, atinge ponto de feno, com 85% de matéria seca, após 7,4 e 6,6 horas, com taxa de perda de água de 8,02 g/g de MS/h e de 7,3 g/g de MS/h, respectivamente e quando fenada sob condições de elevada temperatura ambiente e alta umidade umidade relativa do ar, atinge ponto de feno, com 80% de matéria seca, após 00h00 horas, com taxa de perda de água 8,02 g/g de MS/h e de 7,3 g/g de MS/h indicando grande efeito das condições meteorológicas na redução do tempo de fenação do capim-Tifton 85. O teor de umidade das amostras foi obtido, após análise do teor de matéria seca, onde foram pré-secas em estufa com circulação forçada de ar (55°C), por 72 horas, moídas em moinho Willey a partículas de até 1,0 mm, e posteriormente secas em estufa a 105°C por 24 horas. Para a verificação da presença de fungos e micotoxinas, foram coletadas 14 amostras compostas. Foram coletadas amostras para determinação da composição química quanto aos teores de matéria seca (MS), proteína bruta (PB), extrato etéreo (EE), cinzas, fibra em detergente neutro (FDN), fibra em detergente ácido (FDA) e com base no N total, Nitrogênio insolúvel em detergente neutro (NIDN) lignina (LIG) e Nitrogênio insolúvel em detergente ácido (NIDA) para o fracionamento de carboidratos e compostos nitrogenados desse material. Para a determinação da degradação in situ serão utilizados dois bovinos adultos, com peso vivo de 450 kg,  providos de cânulas para determinar MS, PB e FDN.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167667 - ARNAUD AZEVEDO ALVES
Interno - 1550698 - DANIEL LOUCANA DA COSTA ARAUJO
Interno - 423411 - MARIA CHRISTINA SANCHES MURATORI
Externo à Instituição - BRUNO SPINDOLA GARCEZ - IFCE
Notícia cadastrada em: 17/06/2020 18:11
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 14/06/2024 23:34