Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: GEANDRO CARVALHO CASTRO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GEANDRO CARVALHO CASTRO
DATA: 25/01/2023
HORA: 08:00
LOCAL: Núcleo de Pós-Graduação do CCA
TÍTULO: ESTUDO GENÔMICO DA RESISTÊNCIA A ENDOPARASITAS EM CAPRINOS ANGLONUBIANA
PALAVRAS-CHAVES: Associação genômica ampla, ganho genético, seleção genômica ampla, resistência a verminose, ssGBLUP
PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
RESUMO:

Objetivou-se estimar os componentes de variância e parâmetros genéticos, predizer valores genéticos e identificar regiões cromossômicas para resistência a endoparasitas em caprinos da raça Anglonubiana, a partir de um modelo de repetibilidade em análise unicaracterística, com inclusão da informação genômica. Os de predição genética e genômica utilizados foram, respectivamente, BLUP e ssGBLUP. Além disso, buscou-se investigar a contribuição de diferentes vias de seleção, particularmente animais genotipados e não genotipados, para as tendências genéticas de características de resistência a endoparasitas. As características indicadores de resistência a endoparasitas utilizadas na pesquisa foram escore de condição corporal (ECC), escore FAMACHA, ovos por grama de fezes (OPG), tratada com quatro escalas de transformações logarítmicas: L1OPG = log (OPG + 1), L2OPG = log (OPG + 100), L3OPG = log10 (OPG + 1) e L4OPG = log10 (OPG + 10); e resistência a verminose (RV) de 1.500 caprinos. Deste total, 89 animais foram genotipados utilizando o Bead Chip Goats SNP50K da Illumina que contêm 53.347 SNPs (Single Nucleotide Polymorphism). As estimativas dos componentes de variância, das herdabilidades e repetibilidades praticamente não mudaram com a inclusão da informação genômica. O uso de informações genômicas melhorou a capacidade preditiva dos modelos, proporcionando ganhos em acurácia de até 50% para a característica OPG. Foram identificadas 12, 12, 11, 12, 11, 11 e 16 regiões candidatas, respectivamente, para ECC, L1OPG, L2OPG, L3OPG, L4OPG e RV, que explicaram no mínimo 1% da variância genética em 23 cromossomos associados com as características em estudo. Na análise das tendências genéticas, observou-se que com o uso do método ssGBLUP, os ganhos genéticos anuais foram significativos FAMACHA (b = -0,0022; p = 0,03), L1OPG (b = -0,0013; p = 0,02), L3OPG (b = -0,0005; p = 0,02) e L4OPG (b = -0,0005; p = 0,03). Maior contribuição para as tendências genéticas foi observada para animais genotipados em relação aos não-genotipados. A adoção de modelo genômico, ssGBLUP, aumentou a capacidade preditiva para resistência a endoparasitas em até 50% em comparação ao modelo baseado em pedigree. Isso indica que a predição genômica pode efetivamente melhorar a acurácia da seleção de indivíduos que sejam resistentes as infecções causadas por endoparasitas na espécie caprina. A resistência aos parasitas é hereditária, embora neste estudo as características indicadoras de resistência apresentaram herdabilidades baixas à moderadas. Essas estimativas sugerem que a seleção genética de animais resistentes, nesta raça, é possível, entretanto o progresso genético esperado é lento. As diferentes transformações de escala para a característica OPG não influenciaram as estimativas de herdabilidades e a predição de valores genéticos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1550485 - JOSE LINDENBERG ROCHA SARMENTO
Interno - 2993761 - NATANAEL PEREIRA DA SILVA SANTOS
Externo ao Programa - 1737174 - FABIO BARROS BRITTO
Externo à Instituição - BRUNA LIMA BARBOSA - NENHUMA
Notícia cadastrada em: 16/01/2023 11:30
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 17/06/2024 20:17