Notícias

Banca de DEFESA: GEANDRO CARVALHO CASTRO

Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: GEANDRO CARVALHO CASTRO
DATA: 11/08/2023
HORA: 14:00
LOCAL: Núcleo de Pós-Graduação do CCA
TÍTULO: ESTUDO GENÔMICO DA RESISTÊNCIA A ENDOPARASITAS EM CAPRINOS ANGLONUBIANA
PALAVRAS-CHAVES: Associação genômica ampla, ganho genético, seleção genômica ampla, resistência a verminose, ssGBLUP
PÁGINAS: 97
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Genética e Melhoramento dos Animais Domésticos
RESUMO:

Objetivou-se estimar os componentes de variância e parâmetros genéticos, predizer valores genéticos e identificar regiões cromossômicas para resistência a endoparasitas em caprinos da raça Anglonubiana, em um modelo de repetibilidde em análise unicaracterística, com inclusão da informação genômica. As acurácias de predição dos valores genéticos foram analisadas para os dois métodos utilizados, BLUP e ssGBLUP. Além disso, investigou-se a contribuição de diferentes vias de seleção, particularmente animais genotipados e não genotipados e machos e fêmeas, para as tendências genéticas de características de resistência a endoparasitas. As características indicadores de resistência a endoparasitas utilizadas no estudo foram escore de condição corporal (ECC), pontuação FAMACHA, ovos por grama de fezes (OPG), tratada com quatro escalas de transformações logarítmicas: L 1 OPG = log (OPG + 1); L 2 OPG = log (OPG +100); L 3 OPG = log 10 (OPG + 1); L 4 OPG = log 10 (OPG + 10); e resistência a verminose (RV) de 1.500 caprinos foram utilizados como características associadas a resistência à verminose. Deste total, 89 animais foram genotipados utilizando o Bead Chip Goats SNP50 da Illumina que contêm 53.347 SNPs (Single Nucleotide Polymorphism). Não houve grandes mudanças nas estimativas dos componentes de variância, nas herdabilidades e repetibilidades com a inclusão da informação genômica. O uso de informações genômicas melhorou a capacidade preditiva dos modelos, proporcionando ganhos em acurácia de até 50% para a característica OPG. Na análise das tendências genéticas, observou-se que com o uso de ssGBLUP os ganhos genéticos anuais foram significativos FAMACHA (b = -0,0022; p = 0,03), L1OPG (b = -0,0013; p = 0,02), L3OPG (b = -0,0005; p = 0,02) e L4OPG (b = -0,0005; p = 0,03). Maior contribuição para as tendências genéticas foi observada para animais genotipados em relação aos não-genotipados. Foram identificadas 12, 12, 11, 12, 11, 11 e 16 regiões candidatas, respectivamente, para ECC, FAMACHA, L1OPG, L2OPG, L3OPG, L4OPG e RV, que explicaram no mínimo 1% da variância genética em 23, do total de 30, cromossomos associados com as características em estudo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1550485 - JOSE LINDENBERG ROCHA SARMENTO
Interno - 2993761 - NATANAEL PEREIRA DA SILVA SANTOS
Externo ao Programa - 1737174 - FABIO BARROS BRITTO
Externo à Instituição - LEANDRO TEIXEIRA BARBOSA - UFS
Externo à Instituição - LUIZ ANTONIO SILVA FIGUEIREDO FILHO - IFMA
Notícia cadastrada em: 01/08/2023 11:43
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 15/06/2024 09:58