Notícias

Banca de DEFESA: POLLYANA IRENE BALTAZAR

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: POLLYANA IRENE BALTAZAR
DATA: 21/02/2014
HORA: 15:00
LOCAL: Auditório do Programa de Pós-graduação em Ciência Animal
TÍTULO:

Ultrassonografia Doppler renal em cães positivos para Leishmaniose Visceral Canina (LVC)


PALAVRAS-CHAVES:

caninos, calazar, lesão renal.


PÁGINAS: 46
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Medicina Veterinária
SUBÁREA: Clínica e Cirurgia Animal
ESPECIALIDADE: Radiologia de Animais
RESUMO:

A doença renal pode ser a única manifestação em cães com Leishmaniose Visceral Canina (LVC), podendo progredir até o estagio de falha renal, a principal causa de morte entre os cães com LVC. Diversos estudos estão sendo realizados com o intuito de se descobrir métodos de avaliação e detecção precoce de doenças renais, em medicina veterinária. A ferramenta Doppler associada à ultrassonografia convencional fornece informações em tempo real sobre a arquitetura vascular e os aspectos hemodinâmicos dos vasos em diversos órgãos. Desta forma, estudos com ultrassonografia em modo Doppler de rins de cães com diferentes nefropatias devem ser realizados para melhor caracterização dos achados ultrassonográficos, bem como formulação de diagnósticos e prognósticos mais precoces. Foram utilizados 12 cães, sem raça definida (SRD), machos, jovens, de médio porte. Os animais selecionados passaram por exame de ultrasonografia Doppler, onde foram mensurados e avaliados: estrutura vascular, velocidade de direção do fluxo, pico de velocidade sistólica, velocidade diastólica final, índice de resistividade (IR) e índice de pulsatilidade (IP). Animais postivos apresentaram IR elevados e curvas sistólicas apiculadas, aparência ultrassonográfica exibindo perda de relação corticomedular e presença de cálculos renais, quando comaparados aos negativos. O exame por doppler espectral foi bem executado e capaz de informar a presença de doença renal antes do remodelamento renal em muitos dos casos e bem correlacionado com alterações de variação bioquímica, sendo um bom indicador de doença renal aguda em animais com leishmaniose visceral.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1640379 - FLAVIO RIBEIRO ALVES
Externo ao Programa - 2657497 - BRUNO LEANDRO MARANHAO DINIZ
Externo à Instituição - RAIMUNDO ALVES BARRETO JUNIOR - UFERSA
Notícia cadastrada em: 23/01/2014 15:03
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 17/06/2024 23:30