Notícias

Banca de DEFESA: JANDSON VIEIRA COSTA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JANDSON VIEIRA COSTA
DATA: 26/05/2014
HORA: 08:00
LOCAL: Auditório do Curso de Pós-Graduação em Ciência Animal
TÍTULO:

 Influencia das diferentes idades de rebrotação da leucena associada a gramíneas forrageiras sobre o consumo de caprinos em sistema silvipastoril


PALAVRAS-CHAVES:

Massa de forragem, Comportamento em pastejo, Bocados


PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Pastagem e Forragicultura
RESUMO:

ü    A leucena (Leucaena leucocephala) é atualmente uma das leguminosas mais utilizadas para a alimentação animal, tendo em vista suas características como elevada produção forrageira, alta aceitabilidade pelos animais e alta capacidade de rebrotação. Objetivou-se com esse trabalho avaliar se as diferentes idades de rebrotação leucena associada a gramíneas forrageiras influenciaram o consumo de forragem e o comportamento de caprinos em sistema silvipastoril. Adotou-se o delineamento inteiramente casualizado com três tratamentos e cinco repetições. Foram utilizadas três idades de rebrotação da leucena 45, 60 e 75 dias, com cicno dias de ocupação antes da entrada dos animais foram coletadas amostras da forragem de leucena e estrato herbáceo e encaminhadas ao laboratório de nutrição animal (LANA) para serem avaliados quanto a produção forrageira total e quanto a composição química (MS,PB, FDN, FDA, LIGNINA. Foram utilizadas fêmeas  mestiças da raça aglonubiana, o comportamento em pastejo foi observada a cada 10 minutos das 8h às 17h, durante a observação eram identificadas as atividades realizadas pelos animais como pastejo identificando qual a fonte de alimento se leucena ou estrato herbáceo, ruminação, ócio e deslocamento , a cada duas horas eram aferidas taxa de bocados, levando em consideração o tempo gasto pelos animais para a realização de 20 bocados. Para a avaliação do consumo foi realizado um teste de pastejo em três dias de ocupação do piquete pastejado, dividido em duas etapas seguindo a metodologia de dupla pesagem proposta por Penning e Hooper (1985). O tempo de pastejo foi a atividade mais executada pelos animais sendo por uma média de 6,62hse não diferiu significativamente (P>0,05) entre as idades de rebrotação, seguido pelos tempos de deslocamento (1,46 hs), ócio (0,54 hs) e ruminação (0,53 hs), a taxa de bocados não sofreu influencia dos tratamentos obtendo uma média de 18,7 (bocados/ minuto).


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423364 - MARIA ELIZABETE DE OLIVEIRA
Externo ao Programa - 1550698 - DANIEL LOUCANA DA COSTA ARAUJO
Externo à Instituição -  JOÃO AVELAR MAGALHÃES - EMBRAPA
Notícia cadastrada em: 05/05/2014 09:33
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 23/06/2024 04:54