Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: RICARDO ABÍLIO BEZERRA E SILVA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: RICARDO ABÍLIO BEZERRA E SILVA
DATA: 21/01/2015
HORA: 14:30
LOCAL: Auditório do PPGCA
TÍTULO:

Perfil zoosanitário da caprinocultura e ovinocultura e investigação sorológica das Lentiviroses de Pequenos Ruminantes nas Microrregiões Homogêneas de Floriano, Picos e do Alto Médio Canindé, Estado do Piauí.

 


PALAVRAS-CHAVES:

artrite encefalite caprina

maedi-visna

imunodifusão em gel de agarose


PÁGINAS: 121
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Medicina Veterinária
SUBÁREA: Medicina Veterinária Preventiva
ESPECIALIDADE: Doenças Infecciosas de Animais
RESUMO:

O objetivo desse estudo foi caracterizar a produção da caprinocultura e ovinocultura e estimar a soroprevalência das Lentiviroses de Pequenos Ruminantes (LVPR) em caprinos e ovinos nas Microrregiões Homogêneas (MRH) de Floriano, Picos e do Alto Médio Canindé. Para tal, foram aplicados questionários investigativos entre os criadores de 70 propriedades capriovinícolas, distribuídas em 20 municípios dessas MRH, e analisadas 2540 amostras de soro sanguíneo, utilizando-se o teste de imunodifusão em gel de agarose – IDGA para detecção de anticorpos anti-LVPR. Dentre 1280 amostras de soro caprino e 1260 amostras de ovinos, nenhumas delas reagiu ao teste de IDGA, apontando uma prevalência nula. Das propriedades visitadas, a maioria apresentava sistema de criação extensivo, com predomínio de animais sem raça definida, baixa produtividade e baixo índice de tecnificação, visando principalmente à obtenção de carne. As principais enfermidades relatadas foram verminoses, miíases, linfadenite caseosa, diarreias, ectoparasitoses e broncopneumonia. Diante dos resultados dessa pesquisa, conclui-se que, ainda ocorrem áreas livres das LVPR no Estado do Piauí, existindo, assim, a necessidade da efetivação de medidas preventivas nessas MRH, principalmente no momento em que se verifica a importação de animais para melhoramento genético; e que a ovinocultura e a caprinocultura nas MRH do Alto Médio Canindé, Floriano e Picos são praticadas quase exclusivamente de forma extensiva, com baixo investimento tecnológico, com produção voltada principalmente para a produção de carne; apresentando deficiências quanto à utilização de práticas de manejo sanitário e nutricional, o que acaba impossibilitando a prevenção e o controle de doenças, principalmente as de origem infecciosas e parasitárias.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1167603 - MARIA DO CARMO DE SOUZA BATISTA
Interno - 1643184 - NEY ROMULO DE OLIVEIRA PAULA
Externo ao Programa - 2657497 - BRUNO LEANDRO MARANHAO DINIZ
Notícia cadastrada em: 14/01/2015 16:34
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 15/06/2024 09:51