Notícias

Banca de DEFESA: ICARO OLIVEIRA TORRES DE SOUZA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ICARO OLIVEIRA TORRES DE SOUZA
DATA: 27/02/2015
HORA: 15:00
LOCAL: Auditório do Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
TÍTULO:

Inseminação artificial em tempo fixo (IATF) associada á detecção do estro e avaliação do diâmetro folicular em vacas Nelore


PALAVRAS-CHAVES:

progesterona

estradiol

eCG


PÁGINAS: 50
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Medicina Veterinária
SUBÁREA: Reprodução Animal
ESPECIALIDADE: Inseminação Artificial Animal
RESUMO:

                                               RESUMO

 

 

Nos últimos anos biotécnicas reprodutivas têm sido utilizadas no sentido de melhorar a eficiência reprodutiva dos rebanhos. Nesse particular, a inseminação artificial em tempo fixo (IATF) se destaca como a mais eficiente dentre as tecnologias bem estabelecidas na produção e reprodução animal.  O objetivo deste trabalho foi avaliar a eficiência da inseminação artificial em tempo fixo (IATF) associada à detecção do estro e presença de folículo dominante (FD) prévios à inseminação, em vacas da raça Nelore. As atividades de campo foram realizadas na Fazenda Abelha, Município de Codó-MA, quando foram selecionadas 918 vacas da raça Nelore, multíparas, com no mínimo 60 dias de paridas, com escore corporal 3,0 a 3,5 (escala de 1-5) e condição reprodutiva favorável, estabelecida por avaliação clínico-ginecológica. Todas as vacas foram mantidas a pasto, recebendo mineralização específica para o período da estação de monta (dezembro/2013 a março/2014). Os estros foram sincronizados utilizando protocolo clássico para IATF: D0-colocação intravaginal do CIDR e aplicação IM de 2mL de BE; D9- retirada do CIDR e aplicação IM de 2,5mL de PGF2α, 0,3mL de ECP e 300UI de Folligon (eCG) e marcação na garupa com tinta fluorescente, impregnada em um bastão apropriado para esse fim; no D11- realização da mensuração por ultrassonografia do maior folículo, este qualificado como grande (G = maior que 10 mm), médio (M = 6 a 10mm e pequeno (P = menor que 10mm) e inseminação. Associado a esse protocolo coletas de amostras de sangue foram realizadas no D0, D9 e D11, centrifugadas e o plasma obtido estocado em tubos criogênicos, a -20°C, para posterior determinação das concentrações de progesterona. Foram constituídos dois grupos experimentais: G1 (n= 428) - sem detecção do estro e sem medição do maior folículo (grupo controle = rotina da fazenda) e G2 (n = 490) - com detecção do estro e medição do maior folículo (grupo desafio),  O Diagnóstico de Gestação foi realizado aos 30 dias após as inseminações, via transretal, utilizando um aparelho modelo ALOKA SSD 500, munido de um transdutor de 5 MHz. Os índices gestacionais foram, respectivamente, de 41,10% e 45,70% para os dois grupos experimentais. Os Os dados das gestações foram avaliados pelo teste do qui-quadrado ao nível de 0,05% significância.  Não houve diferença estatística entre os dois grupos estudados.

 


 

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423174 - AMILTON PAULO RAPOSO COSTA
Externo ao Programa - 035.804.374-37 - FELIPE DE JESUS MORAES JUNIOR - UEMA
Externo ao Programa - 579.135.443-68 - ISOLDA MARCIA ROCHA DO NASCIMENTO - UFPI
Notícia cadastrada em: 06/02/2015 10:48
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 13/06/2024 11:36