Notícias

Banca de DEFESA: LIGIA CALINA ROCHA PIRES FERREIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LIGIA CALINA ROCHA PIRES FERREIRA
DATA: 24/04/2015
HORA: 16:00
LOCAL: Auditório da Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
TÍTULO:

BACTERIOLOGIA E HISTOPATOLOGIA EM TILAPIAS DO NILO (Oreochromis niloticus) CULTIVADAS EM ÁGUA DE REÚSO


PALAVRAS-CHAVES:

Oreochromis niloticus, reúso de água, bacteriologia


PÁGINAS: 62
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
SUBÁREA: Aqüicultura
ESPECIALIDADE: Piscicultura
RESUMO:

Objetivou-se verificar a interferência do ambiente de cultivo na qualidade bacteriológica do filé de tilápias do Nilo (Oreochromis niloticus) cultivadas com 20% de água de reúso de esgoto doméstico tratado. Este estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Experimentação Animal/UFPI, sob n° 063/14. Para o experimento foram coletados 54 peixes, submetidos aos tratamentos sem utilização de reúso de água (T1) e com 20% de água do reúso de esgoto doméstico tratado alimentados com ração comercial, em quantidade de 7,5% da biomassa (T2) e 5,0% da biomassa (T3). Foi avaliada a qualidade bacteriológica a água de cultivo e do filé do pescado com base nos parâmetros bacteriológicos para classe 2 (Brasil, 2005b) e para pescado (Brasil, 2001). A análise estatística das amostras foi expressa com média±desvio padrão, transformados em números logarítmicos de base 10 (log10(x+1)) e a análise de variância pelo método não paramétrico de Kruskall-Wallis, a 5% de probabilidade, comparados pelo teste de Tukey, também a 5%, utilizando o pacote estatístico Sigma Statfor Windows, versão 3.5. Com base nos resultados obtidos, os três tratamentos apresentaram coliformes e E. coli na água de cultivo em quantidades que atendem as exigências para classe 2, sendo os  valores de E. coli maiores nos tratamentos II e III que receberam 20% água de reúso de esgoto tratado. As amostras de filé de peixes nos três tratamentos apresentaram níveis de contaminação para Staphylococcus coagulase positiva, Salmonella spp, coliformes totais e Escherichia coli. dentro dos padrões estabelecidos pela legislação brasileira (Brasil, 2001). O maior valor numérico de bactérias heterotróficas observado nas amostras de filé foi 4,39 UFC/g em log 10 em todos os tratamentos e a contagem independentemente do tipo de tratamento utilizado. Ao final temos que tilápias cultivadas em ambientes que utilizem até 20% de água de reúso mantêm qualidade bacteriológica satisfatória para consumo humano.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423411 - MARIA CHRISTINA SANCHES MURATORI
Externo ao Programa - 423661 - MARIA MARLUCIA GOMES PEREIRA
Externo à Instituição - RODRIGO MACIEL CALVET - IFPI
Notícia cadastrada em: 11/03/2015 17:25
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.sigaa 23/06/2024 22:31