Últimas Notícias
Banca de DEFESA: DHIÉSSICA MORGANA ALVES BARROS
Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: DHIÉSSICA MORGANA ALVES BARROS
DATA: 28/02/2023
HORA: 14:00
LOCAL: Prédio da pós-graduação em Zootecnia Tropical, Teresina, Piauí
TÍTULO: USO DO HIDROGEL À BASE DE GOMA DO CAJUEIRO EM GRAMÍNEAS E CACTÁCEAS FORRAGEIRAS
PALAVRAS-CHAVES: forragem, palma forrageira, polímeros biodegradáveis, sustentável
PÁGINAS: 113
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Zootecnia
SUBÁREA: Pastagem e Forragicultura
ESPECIALIDADE: Avaliação, Produção e Conservação de Forragens
RESUMO:

É crescente o interesse pelos compostos poliméricos reforçados com fibras naturais em substituição os polímeros sintéticos. Objetivou-se avaliar as características de crescimento, produção, composição química e mineral de genótipos de gramíneas e palmas forrageiras sob doses de hidrogel à base da goma do cajueiro (Anacardium occidentale) em comparação ao hidrogel à base de poliacrilamida. Os experimentos foram conduzidos na Universidade Federal do Piauí, Câmpus Professora Cinobeina Elvas–UFPI/CPCE, município de Bom Jesus, Piauí, Brasil. O primeiro experimento foi com as gramíneas, sendo o primeiro ensaio em DIC, em esquema fatorial (4 × 3), sendo quatro genótipos: Mombaça, Massai, Marandu e Paiaguás e três formas de hidratação da planta (Sem hidrogel-SH; Hidrogel Teste- HT e Hidrogel Comercial-HC), com quatro repetições. O segundo ensaio, avaliou-se os níveis de HT nas doses: 0 kg, 10 kg, 20 kg e 40 kg ha-1 no capim-Mombaça, com quatro repetições. O terceiro ensaio foi em DBC com cinco blocos e três tratamentos: SH, HT e HC no capim-Mombaça à campo.  O segundo experimento foi realizado com as palmas em delineamento inteiramente casualizado, em esquema fatorial (3 × 3), fato um os genótipos do gênero Nopalea cochenillifera: Doce, Opuntia fícus-indica: Gigante e Opuntia stricta: Orelha de Elefante Mexicana e o segundo fator as três formas de hidratação da planta (SH, HT e HC), com quatro repetições. O segundo ensaio, avaliou-se os níveis de HT nas doses: 0 kg, 10 kg, 20 kg e 40 kg ha-1 na palma Doce, com quatro repetições. E o terceiro ensaio foi em DBC com cinco blocos e três tratametos: SH, HT e HC na palma Doce à campo. Em ambos os experimentos e ensaios foram avaliadas as características de crescimento, produção, composição química e composição mineral. Os dados foram submetidos à análise de variância e teste de médias pelo teste de Scott-Knott, a um nível de 5% de probabilidade, empregando o sistema de análise estatística SISVAR. No experimento com as gramíneas, a TAlF, foi semelhante no uso do HC e HT, com 9,46 e 11,15 mm dia-1, respectivamente. Houve efeito entre do HT e o capim-Marandu na DPP, nos capins Mombaça e Massai para a BSF e no capim-Mombaça na variável BSR. Os teores de MS do gênerero Urochloa apresentaram valores superiores aos do Megathyrsus, com médias de 315,9 g kg-1 para o capim-Paiaguás e 315,1g kg-1, para o capim-Marandu. Houve interação entre os hidrogéis e os genótipos, em todos os macros e micronutrientes. Em relação às doses do HT no capim-Mombaça, houve efeito linear para a BSF e efeito quadrático para BSR. Houve acréscimos de MS nas doses do HT com 289 g kg-1   na dose 40 kg ha-1. Houve efeito linear para todos os minerais no capim-Mombaça, exceto para o K. No experimeto com a palma forrageira, houve maior AC, AlP e BSR com o uso de HT nas palmas. Observou-se efeito no teor de MS e PB nos genótipos de palmas sob três formas de hidratação e interação para todos os macronutrientes avaliados nos genótipos das palmas. Para as doses de HT, o genótipo Doce, apresentou efeito linear crescente nas variáveis AC, BSC e BSR. Houve efeito na composição mineral para Ca, Mg, Cu, Mn, Fe e Zn.  O uso do hidrogel promove melhor crescimento nas gramíneas e palmas forragerias, e influência na composição química e mineral das plantas. O hidrogel produzido com goma do cajueiro pode ser utilizado em substituição ao hidrogel comercial produzido a partir de polímeros compostos por poliacrilamida.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2011596 - RICARDO LOIOLA EDVAN
Interno - 1712960 - MARCOS JACOME DE ARAUJO
Externo ao Programa - 1281743 - ALEXANDRE FERNANDES PERAZZO
Externo à Instituição - MARCONIO MARTINS RODRIGUES - UFMA
Externo à Instituição - RAFAEL FELIPPE RATKE - UFMS

Cadastrada em: 02/02/2023
Mais Notícias
Processos Seletivos Veja abaixo os processos seletivos disponíveis para nosso Programa de Pós-Graduação.
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Programa de Pós-Graduação.
  • 10/03/2023 - 13/03/2023 · Matrícula para o período 2023.1.
  • 20/03/2023 · Início do período letivo 2023.1.
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 03/02/2023 16:53