CM/CMRV

COORDENAÇÃO DO CURSO DE MEDICINA/CMRV

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ

    Últimas Notícias

23/07/2015 Abertura da Liga Acadêmica Piauiense de Neurociências (LINEUPI)
23/07/2015 Aula Inaugural marca início das atividades do curso de Medicina em Parnaíba

Apresentação do Departamento

O Curso de Medicina do Campus de Parnaíba foi instituído em maio de 2014 e foram ofertadas 40 vagas para o segundo semestre de 2014. A ideia de implementar um curso desta natureza na segunda maior cidade piauiense, decorre da imperiosidade ética de contribuir para que se concretize no estado, o Direito à Saúde consubstanciado na Constituição Brasileira. Além das características sociais e epidemiológicas que contribuem para as condições de morbidade e mortalidade da população piauiense, do modo como os serviços de saúde são organizados e disponibilizados que geram dificuldades no acesso, destaca-se a carência de profissionais médicos de várias especialidades, o que tem contribuído para a não resolutividade do sistema de saúde e aumento constante da demanda por serviços médicos, cujos efeitos são observados na precarização do trabalho médico, na baixa qualidade da atenção em saúde e na permanente insatisfação dos usuários com o sistema de saúde. O curso encontra-se inserido no contexto regional, local, respeitando as Diretrizes Curriculares Nacionais do Curso de Graduação em Medicina, contempla a formação do médico generalista, crítico-reflexivo, fundada em competências éticas, humanísticas e deontológicas, capaz de atuar no processo saúde-doença no nível individual e coletivo. Este projeto, portanto, fundamenta-se em pressupostos teórico-metodológicos essenciais para contribuírem com o alcance da meta de concretizar este objetivo, para que a cidadania dos piauienses possa se fortalecer quando os serviços de saúde e, em médio prazo, agregarem os profissionais egressos. A implementação de um curso de graduação em Medicina nesta região significa investir no enfrentamento dos determinantes das condições de saúde da população, principalmente na melhoria do acesso e da oferta de serviços de saúde, na descentralização e acesso a serviços médicos fora da capital, na efetividade da rede de atenção à saúde e na produção de conhecimentos sobre a realidade local. O referido Curso também se justifica pelo contexto da UFPI, em que a gestão atual aceita o desafio e toma a iniciativa no sentido de impulsionar o crescimento desta Instituição no cenário piauiense, com base nos anseios da sociedade e nas características da realidade local. De fato, a expansão da UFPI tem sido vertiginosamente visível em todos os seus Campi, do norte ao sul piauiense. Esta expansão decorre do fato de que sua atual gestão acompanha a evolução social, econômica, educacional e da saúde, focalizando as tendências da sociedade e as diretrizes das políticas educacionais nacionais, porém, mantendo sua identidade institucional. Neste sentido, o Curso de Medicina proposto prevê a formação do médico generalista, humanista, crítico e reflexivo capacitado para atuar tomando por base a ética e a bioética. Ao médico formado pela UFPI cabe compreender os processos de determinação das condições de saúde e doença de indivíduos e grupos e conhecer os modos de enfrentamento destes determinantes inerentes ao seu campo de atuação e ao núcleo de saberes constituintes da prática profissional. Para a UFPI, a criação do curso significa o cumprimento de sua missão, contribuindo para o desenvolvimento da região por meio da oferta de formação como estratégia para enfrentar as deficiências no campo da saúde e de outros setores envolvidos. Para a sociedade parnaibana, o curso significa a oferta à população de oportunidade de estudar, a baixo custo, in loco, em uma instituição pública de qualidade legitimada. Para os cidadãos moradores da cidade e outros municípios da região significa a melhoria do acesso aos serviços de saúde de qualidade e resolutividade, oportunizando o atendimento aos usuários o mais próximo possível de sua residência, evitando transferências para a capital e extensão do sofrimento. IDENTIFICAÇÃO DO CURSO . Denominação do Curso de Graduação: Medicina . Grau: Bacharelado . Área: Ciências da Saúde . Período de Integralização: . MÍNIMO: 6 anos . MÁXIMO: 9 anos . Regime Letivo: Crédito . Turno de oferta: Integral . Vagas Autorizadas: 80 vagas no primeiro ano, em duas entradas semestrais. . Carga horária: 7.650 horas, assim distribuídas: > Módulos teórico-práticas - 3.720 h ou 248 créditos > Atividades Complementares - 150 h ou 10 créditos > TCC - 60h ou 4 créditos > Optativas - 120h ou 8 créditos > Estagio Obrigatório (Internato) - 3.600h ou 240 créditos > TOTAL - 7.650 horas OBJETIVOS DO CURSO O Curso de graduação em Medicina tem como objetivo formar o Médico generalista, crítico, reflexivo, responsável e socialmente comprometido com a cidadania, capaz de exercer a Medicina com postura ética e humanística em relação ao paciente, família e à comunidade, respeitando o princípio de dignidade da pessoa humana, que valoriza o paciente em todos os seus aspectos (biológico, psíquico, social e espiritual) e respeita suas escolhas. PERFIL DO FORMANDO EGRESSO/PROFISSIONAL Em consonância com as Diretrizes Curriculares – DCN (nota de rodapé Resolução CNE/CES nº 2001) do Curso de Medicina e com o Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI, o Médico formado pela Universidade Federal do Piauí, tem como perfil, “formação generalista, humanista, crítica e reflexiva, capacidade para atuar, pautado em princípios éticos, no processo de saúde-doença em seus diferentes níveis de atenção, com ações de promoção, prevenção, recuperação e reabilitação à saúde, na perspectiva da integralidade da assistência, com senso de responsabilidade social e compromisso com a cidadania, como promotor da saúde integral do ser humano”. ORGANIZAÇÃO DO CURSO: EIXOS DE DESENVOLVIMENTO DO PPC A metodologia para o Curso de Bacharelado em Medicina foi delineada de acordo com as Normas estabelecidas pelo Grupo de Trabalho de Expansão da Educação Médica nas IFES (GTEM), mediante a adoção de um modelo pedagógico inovador, caracterizado por quatro eixos: eixo I - denominado clínico: (aluno)- paciente, eixo II- institucional: academia – (alunos) – serviços, eixo III – social: comunidade (aluno) – governo e eixo IV- pessoal: princípios pessoais – (aluno)-prática profissional. Possibilitando ao aluno ser sujeito responsável por seu próprio aprendizado. Esses quatro eixos apresentam-se de forma concomitante na matriz curricular, em função do objetivo proposto, direcionando-se para formar o perfil desenhado de um profissional generalista crítico-reflexivo, humano, ético, responsável e socialmente comprometido com a cidadania, apto a atuar no processo de saúde-doença em seus diferentes níveis de atenção, com ações de promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde. ----- Anexo do Curso de Medicina UFPI | Campus Ministro Reis Velloso Av. Capitão Claro, 382 – Centro, Parnaíba/PI. (86) 3315-9955 | cursodemedicinaufpi@gmail.com
Chefia do Departamento:
RENATA PAULA LIMA BELTRÃO
Telefone(s):
Não informado
Endereço Alternativo:
http://sigaa.ufpi.br/sigaa/public/curso/portal.jsf?id=6563129&lc=pt_BR

<< voltar

SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | sigjb07.ufpi.br.instancia1 vSIGAA_3.12.232 14/11/2019 17:01