Notícias

Banca de DEFESA: JOANA DARC COSTA PEREIRA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOANA DARC COSTA PEREIRA
DATA: 25/07/2022
HORA: 14:30
LOCAL: https://meet.google.com/mnt-kgqu-gjv
TÍTULO: O potencial econômico e ecológico de três espécies de plantas nativas nucleadoras no Piauí, nordeste do Brasil
PALAVRAS-CHAVES: Traços funcionais. Facilitação. Etnobotânica. Potencial econômico.
PÁGINAS: 67
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

Em um ambiente em constante processo de mudança se torna essencial estudar aspectos que nos façam entender como ocorrem as relações nas comunidades vegetais, funções do ecossistema e suas interações com o homem. Abordagens relacionando traços funcionais e interações bióticas como a facilitação podem ser importantes para entendermos a forma que as comunidades vegetais são moldadas, além disso, investigar como o homem utiliza os recursos vegetais pode colaborar para o desenvolvimento de estratégias de conservação. Desta forma, investigamos se espécies vegetais que vivem isoladas em uma área de ecótono no município de Campo Maior (Piauí) tem potencial nucleador e como estas espécies são utilizadas por comunidades locais a partir de uma perspectiva etnobotânica. Diante disso, foram selecionados 10 indivíduos de cada uma das três espécies, em que a as alturas e as áreas das copas foram medidas. Foram quantificadas e identificadas as plântulas das lenhosas e analisado a biomassa de herbáceas sob a copa de espécies arbóreas e na área de campo aberto. Além disso, foi realizado uma revisão bibliográfica investigando os diferentes potenciais de uso que estas espécies podem apresentar por comunidades tradicionais no estado do Piauí. Verificamos que a altura e a área da copa contribuem para o aumento da riqueza de espécies e a biomassa de herbáceas em comparação com a área de campo aberto. Verificamos que os traços estudados colaboram para que estas espécies apresentem efeitos facilitadores e colaborem com o aumento da riqueza e composição de espécies, além de colaborar com o aumento da biomassa de herbáceas. Já no segundo artigo, conseguimos verificar que estas espécies apresentam uma variedade de usos que podem colaborar para o desenvolvimento econômico do Estado do Piauí. Dessa forma, as espécies estudadas podem colaborar sob uma perspectiva ecológica e contribuir para o desenvolvimento de recuperação de áreas, como também pelo seu potencial econômico para o cotidiano de comunidades tradicionais, bem como para o desenvolvimento do Estado.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1670535 - CLARISSA GOMES REIS LOPES
Interno - 302.181.523-53 - FRANCISCO SOARES SANTOS FILHO - UESPI
Interno - 423289 - JOAO BATISTA LOPES
Externo à Instituição - BRUNO AYRON DE SOUZA AGUIAR - NENHUMA
Externo à Instituição - JULIANA RAMOS DE ANDRADE - UFRPE
Notícia cadastrada em: 01/07/2022 10:59
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 01/12/2022 17:19