Últimas Notícias
Banca de DEFESA: VICTOR VIRGINIO DE SOUSA E SILVA
Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VICTOR VIRGINIO DE SOUSA E SILVA
DATA: 26/04/2024
HORA: 09:00
LOCAL: Auditório - PRODEMA
TÍTULO: Estratégias para mitigação dos impactos do clima semiárido na apicultura desenvolvida em Oeiras, Piauí, Brasil
PALAVRAS-CHAVES: Apicultura. Bioclimatologia. Mudanças Climáticas.
PÁGINAS: 62
GRANDE ÁREA: Outra(s)
ÁREA: Ciências Ambientais
RESUMO:

O semiárido brasileiro é considerado um dos lugares mais favoráveis para a apicultura no país., apresentando características propícias para o desenvolvimento da atividade. No entanto, mesmo alcançando alta produção de mel durante os períodos chuvosos,as condições climáticas adversas do semiárido, caracterizadas por períodos prolongados de seca, altas temperaturas e intensa exposição à
radiação solar afetam significativamente o comportamento e a fisiologia das colônias de abelhas Apis mellifera L. Assim, objetivou-se avaliar a adoção de estratégias de mitigação dos impactos climáticos do período de estiagem entre os apicultores e o seu efeito na manutenção das temperaturas internas das colônias de abelhas africanizadas. Além disso, objetivou-se determinar o índice de vulnerabilidade dos apicultores diante das mudanças climáticas e conhecer a percepção desses produtores em relação às estratégias de mitigação relacionadas à apicultura. O estudo foi realizado no município de Oeiras, Piauí. Ocorreram visitas aos apiários e registros observacionais que permitiram discriminar os apicultores de acordo com a adoção de estratégias mitigatórias. Os participantes recrutados faziam parte de dois grupos de apicultores, lotados nos povoados rurais “Morro Redondo” (área 1) e “Buriti do Rei” (área 2). A partir disso, selecionou-se dois apiários para a instalação de termo-higrômetros e medição das temperaturas internas das colmeias. Como instrumentos, utilizou-se um questionário estruturado, entrevistas e a elaboração de uma matriz FOFA que permitiu identificar os pontos fortes, pontos fracos, as oportunidades e as ameaças que esses produtores enfrentam em suas atividades, considerando a influência das mudanças climáticas. Observou-se que entre as estratégias de mitigação dos efeitos climáticos, apenas o sombreamento e a disponibilidade de água próxima aos apiários foram adotados. O sombreamento natural das colmeias foi utilizado como critério para a seleção de dois apiários: 1. Com o aproveitamento do sombreamento arbóreo natural e 2. Sem o aproveitamento do sombreamento natural, para a tomada das medidas das temperaturas internas das colmeias. Assim, ao comparar os resultados encontrados, o teste t evidenciou que a média de temperatura interna das colmeias sob o sombreamento arbóreo (38.5±7oC) diferiu da média interna das colmeias sem esse sombreamento (40.8±7 oC). A aplicação do questionário estruturado foi possível constatar que os participantes da pesquisa apresentavam idades que variaram entre 36 e 65 anos. Em relação ao nível de escolaridade, observou-se que a maioria (8) dos entrevistados possui o ensino fundamental incompleto. A matriz FOFA elaborada permitiu identificar que os pontos fortes elencados pelos apicultores foram: coragem/coletividade, diversidade de floradas, ocorrência de áreas adensadas de cajueiro como florada de manutenção, água disponível e resistência das abelhas; as fraquezas elencadas foram: falta de suporte financeiro, falta de assistência técnica, falta de apoio governamental, falta de mercado para venda e as condições climáticas do período seco; como oportunidades: floradas preservadas, localização próxima à estrada; e as ameaças citadas foram: roubo de colmeia, seca prolongada, pragas, queimadas e avanço do agronegócio. Notou-se um resultado favorável da capacidade ofensiva, demonstrando que as forças podem ser utilizadas o aproveitamento das oportunidades disponíveis no cenário. No entanto, o grupo apresentou baixa capacidade defensiva. Conclui-se que, o aproveitamento da abundância de espécies arbóreas durante o período de estiagem contribuiu, por meio do sombreamento, para a obtenção de menores temperaturas internas nas colmeias. No entanto, verificou-se que essa estratégia muitas vezes não foi suficiente para a manutenção do conforto térmico para as abelhas. Apesar do conhecimento sobre as estratégias para lidar com os efeitos do clima, como sombreamento das colmeias e oferta de alimentos, os apicultores enfrentam dificuldades na implementação de tais medidas, principalmente devido a restrições financeiras.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 1291400 - DENIS BARROS DE CARVALHO
Externo à Instituição - FRANCELINO NEIVA RODRIGUES - IFPI
Interno - 423289 - JOAO BATISTA LOPES
Presidente - 2217082 - JULIANA DO NASCIMENTO BENDINI
Externo à Instituição - KÁTIA PERES GRAMACHO - UFERSA
Interno - 1167867 - PAULO ROBERTO RAMALHO SILVA

Cadastrada em: 15/04/2024
Mais Notícias
Processos Seletivos Veja abaixo os processos seletivos disponíveis para nosso Programa de Pós-Graduação.
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Programa de Pós-Graduação.
  • 06/03/2024 - 08/03/2024 · Matrícula para o período 2024.1.
  • 18/03/2024 · Início do período letivo 2024.1.
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 16/04/2024 08:57