Notícias

Banca de DEFESA: CAROLINE CARVALHO ALMEIDA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CAROLINE CARVALHO ALMEIDA
DATA: 26/04/2022
HORA: 09:00
LOCAL: Remoto-Internet Google Meet
TÍTULO: Sobre o material e o intangível: a Fábrica de Manteiga e Queijo das Fazendas Nacionais do Piauí
PALAVRAS-CHAVES: Fábrica de Manteiga e Queijo. Fazendas Nacionais. Arqueologia Industrial. Memória.
PÁGINAS: 154
GRANDE ÁREA: Ciências Humanas
ÁREA: Arqueologia
SUBÁREA: Arqueologia Histórica
RESUMO:

A Fábrica de Manteiga e Queijo das Fazendas Nacionais do Piauí foi implantada em 1897, no povoado Campos, à época território de Oeiras, hoje pertencente ao município de Campinas do Piauí. Visava aproveitar a grande quantidade de leite produzido nas terras das Fazendas Nacionais do Estado para a fabricação de manteiga e queijo, empreendimento que traria desenvolvimento ao Piauí. Instalada no meio do sertão piauiense, esta foi a primeira fábrica de laticínios do Nordeste e a segunda do Brasil, configurando-se como um marco da industrialização nacional. Até os dias de hoje é referência para a cidade de Campinas do Piauí, tendo em vista que a ocupação humana da área se desenvolveu no entorno da fábrica e está intimamente ligada à sua instalação, ápice e declínio. Sob o viés da Arqueologia Industrial, e utilizando uma perspectiva transdisciplinar, busquei, neste trabalho, compreender este superartefato enquanto modificador da paisagem regional e da vida local, considerando aspectos como a própria edificação e as atividades ali desenvolvidas, no período fabril e posterior. Para além disso, procurei investigar, a partir da oralidade, a fábrica como modificador social, construtor de relações, envoltas em memórias e histórias, compreendendo sua representatividade e a relação de proximidade que a comunidade campinense mantém com a mesma. A edificação, que ao longo dos anos passou por diversas apropriações, é elemento participante da vida cotidiana local, sendo um elo que estabelece uma constante conexão com o passado e continua a criar vínculos no presente. Observei que somente as memórias afetivas dos diferentes momentos de ocupação da antiga Fábrica de Manteiga e Queijo resistiram ao longo do tempo e se mantêm vivas na comunidade, motivo que anima os moradores a lutarem insistentemente pela restauração do prédio e por uma proveitosa destinação, que priorize a inclusão social local.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 423455 - SONIA MARIA CAMPELO MAGALHAES
Interno - 1656914 - LUIS CARLOS DUARTE CAVALCANTE
Interno - 2153338 - MARIA DO AMPARO ALVES DE CARVALHO
Externo ao Programa - 1222853 - FERNANDA CODEVILLA SOARES
Externo à Instituição - ANDRES ZARANKIN - UFMG
Notícia cadastrada em: 14/04/2022 03:23
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb06.ufpi.br.instancia1 13/08/2022 12:46