Notícias

Banca de DEFESA: MATEUS MARINHO MEDEIROS

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: MATEUS MARINHO MEDEIROS
DATA: 06/05/2024
HORA: 09:00
LOCAL: SALA Nº01 -ANTIGA PREXC (por trás do HU)
TÍTULO: Neuropatia diabética periférica e complicações em mulheres com diabetes tipo II, atendidas em um município do Piauí
PALAVRAS-CHAVES: Diabetes melito; neuropatia diabética periférica; função cognitiva
PÁGINAS: 60
GRANDE ÁREA: Ciências da Saúde
ÁREA: Medicina
RESUMO:

Introdução: O diabetes mellitus (DM) é uma doença metabólica caracterizadapelo controle inadequado dos níveis de glicose no sangue, principalmente um estado crônico de hiperglicemia, causado por diferentes processos patogênicos, que determinam a classificação desta doença em grande parte como tipo 1 e tipo 2.

As complicações do sistema nervoso do DM incluem axonopatias, doenças neurodegenerativas, doenças neurovasculares e comprometimento cognitivo geral . Os pacientes com DM podem , também, apresentar múltiplas comorbidades vasculares, metabólicas e outras que, juntamente com os níveis de glicose descontrolados, aceleram as complicações neurológicas HIPÓTESES:O tratamento com insuloterapia diminui mais os risco para o desenvolvimento da neuropatia diabética periférica do que o tratamento oral Objetivos
Avaliar a neuropatia diabética periférica em mulheres com diabetes; Analisar fatores de risco para a neuropatia diabética periférica ;Comparar os fatores de risco para neuropatia diabética em grupos de mulheres com tratamento oral e venoso ;Estabelecer manejo clínico adequado para a profilaxia da neuropatia diabética periférica em mulheres acometida de diabetes.

Metodologia Tratou-se de um transversal, do tipo prevalencia. Foram usados dois grupos de mulheres, onde todas as mulheres receberam diagnóstico de diabetes Tipo 2, ter entre 40 e 60 anos de idade, não está em tratamento para doença. O G1 Grupo 01 estará com o tratamento oral para doença e o G2 Grupo 2 o tratamento com insulinoterapia, ambos medicamentos fornecidos pela rede pública (SUS) . A escolha dos participantes do grupo foi aleatória e a avaliação foi feita por uma pessoa treinada de forma cega. Foram obtidos dados , também, do sistema de informação e da própria UBS para dar complementariedade de informações. Resultados : a proporção de pessoas com diabetes no Piauí, com consulta e hemoglobina glicada solicitada no primeiro quadrimestre de 2021, 2022, 2023, foi de 18, 16 e 34percentuais respectivamente e em Boa Hora foi 36 39 56 percentuais.Em 10 anos, o número de brasileiros com diabetes cresceu 61,8% .Número de pacientes atendidos e com diabetes em todas as UBS do município de Boa Hora-PI por sexo foi de 265 homens e 321 mulheres. Os procedimentos hospitalares do SUS - por local de residência - Piauí foi de um total de 1193 e em Boa Hora 24. CONSIDERAÇÕES FINAIS Concluiu-se que a diabetes melittus tipo 2 cresce assustadoramente no Brasil, levando a consequências neurológicas e cardiovasculares. Outrossim há necessidade urgente de investir em políticas públicas para prevenção da saúde e agravos com acompanhamento das pacientes.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 328.178.603-06 - KELSEN DANTAS EULALIO - UFPI
Interno - 226.905.653-15 - ZENIRA MARTINS SILVA - UESPI
Externo ao Programa - 024.166.333-41 - FRANCISCA MIRIANE DE ARAUJO BATISTA - UFPI
Externo à Instituição - EDINALVA NEVES NASCIMENTO - MS
Notícia cadastrada em: 30/04/2024 09:29
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 19/07/2024 13:14