Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: ANTONIA LAIRES DA SILVA SANTOS

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANTONIA LAIRES DA SILVA SANTOS
DATA: 29/01/2016
HORA: 14:30
LOCAL: SALA 269 DO DEPARTAMENTO DE QUÍMICA
TÍTULO:

"IDENTIFICAÇÃO DE ARIL ISOPRENÓIDES E CAROTENÓIDES AROMÁTICOS EM ROCHAS DE IDADE DEVONIANA DA BACIA DO PARNAÍBA PI CG-EM-EM E CG-EMAR"


PALAVRAS-CHAVES:

Bacia do Parnaíba, Devoniano, Carotenóides Aromáticos, Zona Euxínica, Maturação


PÁGINAS: 30
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Química Orgânica
RESUMO:

O sistema petrolífero da Bacia do Parnaíba parece ser “não convencional”, pois apresentam rochas geradoras intrusivas que atuaram como catalisadores para geração de hidrocarbonetos, além de se configurarem como selos para as acumulações de gás. No presente trabalho, nós estudamos pela primeira vez a distribuição de carotenóides aromáticos e subsequentes produtos diagenéticos e catagenéticos da fotossíntese de sulfobactérias verdes (Chlorobiaceae), a fim de avaliarmos as condições redox e grau de maturação da matéria orgânica presente em amostras de afloramento da Formação Pimenteiras, Idade Devoniana. Para uma melhor identificação desses biomacadores as frações foram separadas em CCDP (Cromatografia em Camada Delgada Preparativa) e analisadas por Cormatografia Gasosa acoplada á Espctrometria de Massas sequencial (CG-EM-EM), Cromatografia Gasosa acoplada á Espectrometria de Massas de Alta Resolução (GC-TOF/MS), Carbono Orgânico Total (COT) e Pirólise Rock-Eval. Com identificação e distribuição de aril isoprenóides e carotenóides aromáticos foi possivel sugerir diferentes padrões de substituições: 2,3,6-; 2,3,4- e 3,4,5- TMA (Trimetilaryl). A abudância relativa destes compostos na amostra PA-P1 é indicativo de baixo grau de evolução térmica da Matéria Orgânica (MO) e ambiente deposicional redutor. Resultados de COT e Rock-Eval, como: Índice de Produtividade (IP) ˂ 1, Índice de Hidrogênio (IH) ˂ 200 e  Tmáx ˂ 435 , corroboram para avaliação do baixo grau de maturação em ambas as amostras. Aril Isoprenóide e Carotenóides Aromáticos não foram identificados ou estão em baixíssima abundância ralativa na amostra PAC+1 PAC-1, isso devido a estes compostos serem dificilmente preservados em ambientes altamante oxidantes, fato este observado pelo alto valor de IO (Índice de Oxigênio) igual a 71 mg de CO2/ g de COT. Estes resultados são consistentes com estudos geológicos e geoquímicos, sugerindo que as amostra de afloramento de rochas geradoras de Idade Devoniana apresentam baixo grau de maturação e diferentes paleoambientes depociosionais.

 


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1549302 - SIDNEY GONCALO DE LIMA
Interno - 1167257 - ANTONIA MARIA DAS GRACAS LOPES CITO
Externo ao Programa - 1888044 - GERARDO MAGELA VIEIRA JUNIOR
Externo ao Programa - 422496 - JOSE ARIMATEIA DANTAS LOPES
Notícia cadastrada em: 25/01/2016 10:12
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb02.ufpi.br.instancia1 15/08/2020 11:10