Últimas Notícias
Banca de DEFESA: LEANNE SILVA DE SOUSA
Uma banca de DEFESA de DOUTORADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: LEANNE SILVA DE SOUSA
DATA: 26/11/2020
HORA: 09:00
LOCAL: sala virtual - link de acesso à sala - meet.google.com/cgp-rsef-yoy
TÍTULO: Estudo da viabilidade química, térmica e econômica da aplicação de extrato de boldo, extrato de orégano, extrato de manjericão e quercetina como antioxidantes em biodiesel (B100) proveniente do óleo de soja
PALAVRAS-CHAVES: Estabilidade oxidativa do biodiesel; Parâmetros cinéticos e termodinâmicos; Armazenamento do biodiesel; Antioxidantes
PÁGINAS: 292
GRANDE ÁREA: Ciências Exatas e da Terra
ÁREA: Química
SUBÁREA: Química Orgânica
ESPECIALIDADE: Química dos Produtos Naturais
RESUMO:

Apesar de ser atrativo como combustível, o biodiesel possui a desvantagem de ser susceptível a processos oxidativos. O presente trabalho teve como objetivo estudar a viabilidade da aplicação de extratos de boldo (ETB), extrato de orégano (ETO), extrato de manjericão (ETM) e quercetina (QC) como antioxidantes e avaliar a estabilidade oxidativa do biodiesel de soja aditivado com esses antioxidantes através do estudo da cinética de retardamento da oxidação, pelos métodos acelerados Rancimat e PetroOXY nas temperaturas de 90, 100, 110, 120, 130 e 140 ºC e concentrações (500, 1000, 1500, 2000, 2500 e 3000 ppm) e também  investigar a eficiência desses antioxidantes no biodiesel, pelos métodos analíticos (teor de água, índice de acidez, índice de peróxido, índice de iodo e viscosidade) durante o armazenamento de 180 dias. A atividade antioxidante pelo método 2,2-difenil-1-picril-hidrazil (DPPH) e ABTS•+ [2,2’-azino-bis (3-etilbenzotiazolin) 6-ácido sulfônico], revelou que dentre os extratos a maior atividade antioxidante foi atingida pelo extrato de orégano, seguida do extrato de boldo e extrato de manjericão. Os parâmetros cinéticos das amostras estudadas, mostrou uma cinética de retardamento da oxidação de pseudo-primeira ordem devido à boa correlação linear apresentada. Os valores obtidos para entalpia, entropia e energia livre de Gibbs no estado ativado, indicaram um processo endotérmico, não espontâneo, mostrando que o uso de antioxidantes isolados e de suas misturas, como forma a retardar ou inibir a oxidação, foi bastante eficaz. Os resultados obtidos pelo acompanhamento do processo oxidativo durante o tempo de armazenamento de 180 dias revelaram a boa atuação dos extratos de forma isolada e de suas combinações com a quercetina. Portanto a susceptibilidade do biodiesel de soja a oxidação é bem conhecida e sua aditivação utilizando antioxidantes naturais pode permitir ganhos econômicos, uma vez que os antioxidantes naturais apresentam a vantagem de serem fáceis de obter, não tóxicos e custo relativamente baixo tornando-se uma alternativa bastante viável para retardar o processo de degradação oxidativa do biodiesel.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 794.918.553-87 - REGINALDO DA SILVA SANTOS - UESPI
Interno - 2363808 - EDMILSON MIRANDA DE MOURA
Interno - 2146995 - SAMUEL ANDERSON ALVES DE SOUSA
Externo à Instituição - FLAVIO ADRIANO BASTOS - IFSULDEMINAS
Externo à Instituição - TEREZA NEUMA DE CASTRO DANTAS - UFRN
Externo à Instituição - MARTA MARIA DA CONCEICAO - UFPB
Externo à Instituição - JOAQUIM SOARES DA COSTA JUNIOR - IFPI

Cadastrada em: 24/11/2020
Mais Notícias
Processos Seletivos Veja abaixo os processos seletivos disponíveis para nosso Programa de Pós-Graduação.
  • » MESTRADO (09/11/2020 : 27/11/2020)
  • » DOUTORADO (09/11/2020 : 27/11/2020)
Calendário Fique por dentro dos eventos relacionados ao nosso Programa de Pós-Graduação.
  • 29/09/2020 - 30/09/2020 · Matrícula para o período 2020.2.
  • 29/10/2020 · Início do período letivo 2020.2.
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 25/11/2020 01:26