Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: JOHNSTON SILVA VIEIRA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: JOHNSTON SILVA VIEIRA
DATA: 27/01/2016
HORA: 08:00
LOCAL: CCA
TÍTULO:

DISPONIBILIDADE E VARIABILIDADE ESPACIAL DE COBRE, FERRO, MANGANÊS E ZINCO NOS SOLOS DO SERTÃO CENTRAL DO CEARÁ


PALAVRAS-CHAVES:

Micronutrientes, geoestatística, krigagem ordinária, semiárido


PÁGINAS: 36
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
SUBÁREA: Ciência do Solo
ESPECIALIDADE: Química do Solo
RESUMO:

Os micronutrientes são importantes para uma produção agrícola adequada. Logo, o conhecimento dos teores no solo e sua variabilidade espacial é de suma importância para o manejo correto. O objetivo do trabalho foi levantar e mapear os teores dos micronutrientes (cobre, ferro, manganês e zinco) em solos do Sertão do Ceará. A área estudada está localizada no Sertão Central do Ceará, na bacia do Rio Banabuiu englobando os municípios de Pedra Branca, Senador Pompeu, Mombaça e Piquet Carneiro. Foram coletadas amostras e especializados os pontos dos principais tipos de solo da região. Foram feitas análises de granulometria e químicas, além da determinação dos teores dos micronutrientes nos solos. Com os dados foi realizado a análise descritiva, ajustados os semivariogramas e os mapas de variabilidade espacial. Há uma alta variabilidade dos teores para cada nutriente na área estudada. Nos horizontes superficiais o Fe, Mn e Zn apresentaram valores satisfatórios necessitando de pouca ou nenhuma adubação, porém o Cu apresentou em sua maioria os teores em níveis insatisfatórios, já necessitando de uma adubação contendo esse elemento. Os micronutrientes se correlacionaram com os atributos areia, argila, pH (H2O) e pH (KCl), soma de bases e saturação por bases nos horizontes superficiais. Já nos horizontes subsuperficiais os micronutrientes se correlacionaram com: areia, pH (H2O) e pH (KCl), Ca, Mg, soma de bases, CTC (pH 7,0), saturação por bases e matéria orgânica. Os micronutrientes apresentaram maiores correlações entre si nas camadas subsuperficiais. Foram determinados o modelo Gaussiano para Cu, Fe e Mn, o modelo exponencial para o Zn nos horizontes superficiais. Nos horizontes subsuperficiais o exponencial para Cu e Fe, o gaussiano para Mn e Zn. Boa parte da área tem bons níveis de teores dos micronutrientes nos solos.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1300002 - GUSTAVO SOUZA VALLADARES
Interno - 2476126 - ADEMIR SERGIO FERREIRA DE ARAUJO
Interno - 003.847.296-14 - MARA LUCIA JACINTO OLIVEIRA - USP
Notícia cadastrada em: 22/01/2016 09:29
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb07.ufpi.br.instancia1 23/06/2021 18:48