Notícias

Banca de DEFESA: VICENTE PAULO DA COSTA NETO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VICENTE PAULO DA COSTA NETO
DATA: 29/02/2016
HORA: 08:30
LOCAL: Núcleo de Pós-Graduação em Ciências Agrárias
TÍTULO:

Nodulação e fixação biológica de nitrogênio em feijão-fava inoculado com rizóbios isolados de solos da Microrregião do Médio Parnaíba Piauiense.


PALAVRAS-CHAVES:

Phaseolus lunatus L., simbiose, bactérias diazotróficas.


PÁGINAS: 58
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

A indisponibilidade de nitrogênio no solo representa um fator limitante à produção das culturas. Em leguminosas agronomicamente importantes, como o feijão-fava, esta limitação pode ser contornada com a associação simbiótica destas plantas com rizóbios que fixam e convertem o nitrogênio atmosférico em formas assimiláveis. Diante do exposto, objetivou-se avaliar a efetividade da inoculação de sementes de feijão-fava variedade Boca de Moça e Branca com rizóbios isolados de solos da microrregião do Médio Parnaíba Piauiense. O experimento foi conduzido em condições de casa de vegetação com delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 9 x 2 x 3 + 2, com três repetições. No geral, a inoculação do feijão-fava com os rizóbios ISOL-19, ISOL-32, ISOL-35 ou ISOL-50 induziram incrementos significativos nas variáveis analisadas. Foram observados incrementos na taxa de crescimento absoluto das plantas de feijão-fava var. Boca de Moça e Branca quando inoculadas com o rizóbio ISOL-32 e ISOL-50, respectivamente. Para a eficiência da fixação de nitrogênio, observou-se que este parâmetro foi superior no florescimento para ambas as variedades estudadas, principalmente quando as plantas foram inoculadas com os rizóbios ISOL-50 ou ISOL-18. As duas variedades de feijão-fava apresentaram elevados valores de eficiência da fixação de nitrogênio quando inoculadas com o rizóbio ISOL-50 no enchimento de vagens. Conclui-se que a simbiose entre o rizóbio ISOL-32 ou ISOL-50 e o feijão-fava variedade Boca de moça resulta em maior eficiência na nodulação e na fixação biológica do nitrogênio. Os resultados mostrados aqui são promissores e ressaltam os isolados de rizóbio ISOL-32 e ISOL-50 como possíveis inoculantes a serem utilizados em feijão-fava nas condições do estado do Piauí.


MEMBROS DA BANCA:
Interno - 2476126 - ADEMIR SERGIO FERREIRA DE ARAUJO
Presidente - 2058762 - ARTENISA CERQUEIRA RODRIGUES
Externo à Instituição - AURENIVIA BONIFACIO DE LIMA - UFT
Externo à Instituição - ROSA MARIA CARDOSO MOTA DE ALCANTARA - EMBRAPA
Notícia cadastrada em: 18/02/2016 11:13
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb03.ufpi.br.sigaa 18/06/2021 09:09