Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: VALDECI CALIXTO DA SILVA FILHO

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: VALDECI CALIXTO DA SILVA FILHO
DATA: 15/04/2016
HORA: 08:00
LOCAL: Núcleo de Pós-Graduação em Ciências Agrárias
TÍTULO:

Distribuição dos íons nitrato e potássio em um Argissolo cultivado com cana-de-açúcar em resposta a doses de N e de K2O aplicados via fertirrigação por gotejamento subsuperficial na microrregião de Teresina, PI.


PALAVRAS-CHAVES:



Nutriente. Profundidade. Concentração


PÁGINAS: 71
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

Em sistemas fertirrigados, os nutrientes são dispostos em baixa dosagem e alta frequência de aplicação, reduzindo, a priori, as perdas por lixiviação e volatilização. Contudo, há carência de estudos visando a definição de doses ótimas, notadamente, de nitrogênio e potássio, bem como a quantificação da distribuição dos íons nitrato e potássio em resposta a aplicação dessas doses em diferentes condições de solo e clima das regiões de cultivo com cana-de-açúcar. Assim, o estudo trabalho teve como objetivo avaliar a distribuição dos íons N-NO3- e K+ em um Argissolo cultivado com cana-de-açúcar em resposta a doses de nitrogênio (N) e potássio (K2O) aplicados via fertirrigação por gotejamento subsuperficial na microrregião de Teresina-PI. Foi utilizada a variedade de cana-de-açúcar RB 92579, ciclo de cana planta. O experimento foi conduzido no campo experimental da Embrapa Meio Norte, em Teresina, PI. Avaliou-se a distribuição dos íons nitrato (NO3-) e potássio (K+), nas camadas de 0 – 0,2 m, 0,2 – 0,4 m e 0,4 – 0,6 m, em resposta a aplicação de cinco doses de N e de K2O (T1: 60 N + 120 K2O; T2: 180 N + 120 K2O; T3: 120 N + 60 K2O; T4: 120 N + 180 K2O e T5: 120 N + 120 K2O) mais uma testemunha sem adubação, aplicados via fertirrigação por gotejamento subsuperficial. As concentrações dos íons NO3- (mg L-1) e K+ (ppm) foram determinadas em seis épocas distintas (109, 123, 195, 228, 270 e 326 dias após plantio - DAP), pelos métodos de Kjeldahl (NO3-) e espectrofotometria (K+), a partir de extratos de solução do solo obtidos por meio de pasta saturada. Usou-se o delineamento experimental de blocos ao acaso, com quatro repetições. Para a avaliação da distribuição dos íons NO3- e K+, os tratamentos foram arranjados em parcelas subdivididas, com as doses de N e de K2O, nas parcelas, e as profundidades de quantificação das concentrações de NO3- e K+, nas subparcelas. As concentrações dos íons NO3- e K+ no solo foram variáveis em função das épocas, profundidade e doses. A distribuição do íon N-NO3- no cultivo de cana-de-açúcar ciclo planta ocorreu de forma mais intensa no início do ciclo (até os 195 DAP), enquanto do íon K+, ao final do ciclo vegetativo (após os 228 DAP). As maiores concentrações de N-NO3- (329 mg L-1) foram encontradas no tratamento testemunha, enquanto que as de K+ (377 ppm) no tratamento 2 (180 N + 120 K2O ha-1), ambas as concentrações na profundidade 0,0-0,2 m.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 304.796.653-20 - ADERSON SOARES DE ANDRADE JUNIOR - USP ESALQ
Interno - 1552372 - LUIS ALFREDO PINHEIRO LEAL NUNES
Externo ao Programa - 096.925.503-97 - FRANCISCO DE BRITO MELO - EMBRAPA
Externo à Instituição - FLAVIO FAVARO BLANCO - EMBRAPA
Notícia cadastrada em: 31/03/2016 16:17
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 13/06/2021 09:04