Notícias

Banca de DEFESA: ANTONIO VIEIRA GOMES NETO

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: ANTONIO VIEIRA GOMES NETO
DATA: 17/02/2017
HORA: 14:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS
TÍTULO: ASPECTOS BIOECOLÓGICOS DE ÁCAROS ASSOCIADOS A ACESSOS DE FEIJÃO-FAVA NO ESTADO DO PIAUÍ
PALAVRAS-CHAVES: Ácaros-pragas. Tetranychidae. Phaseolus lunatus. Potencial reprodutivo.
PÁGINAS: 70
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

Os ácaros-pragas Tetranychus neocaledonicus André e Mononychellus planki McGregor (Acari: Tetranychidae) são comumente encontrados em várias leguminosas, especialmente no nordeste, esse é o primeiro registro desses espécies prejudicando feijão-fava. O objetivo desta pesquisa foi registrar a ocorrência de ácaros em plantas de feijão-fava e descrever o seu dano nesta Fabaceae, bem como determinar a biologia, tabela de vida de Tetranychus neocaledonicus em feijão-fava (Phaseolus lunatus) e identificar  nove genótipos de feijão-fava (P. lunatus) no Banco Ativo de Germoplasma da Universidade Federal do Piauí – BAGF/UFPI resistentes a Tetranychus neocaledonicus, André 1933 (Acari: Tetranychidae). As plantas de feijão-fava quando infestadas por estes ácaro, surgem inicialmente pequenas manchas esbranquiçadas espaçadas nos folíolos das folhas, que com o aumento da população desse ácaro evolui rapidamente para manchas cloróticas, seguidas por prateado, podendo secar e cair por causa de sua alimentação em excesso. A extensão do dano causado as plantas de feijão-fava  e a adaptabilidade do ácaro às condições de calor e seca indicam que T. neocaledonicus tem maior potencial como praga de feijão-fava do que M. planki no Nordeste do Brasil. Para determinação da tabela de vida, foi realizado experimento condições controladas a 25ºC ±1 e 75%±10 de UR, e fotófase de 12 horas. O experimento foi montado em delineamento inteiramente casualizado com um tratamento e 180 repetições.Os ovos usados nos experimentos foram oriundos de criação estoque. As avaliações foram realizadas duas vezes ao dia na fase imatura e apenas uma vez na fase adulta para a determinação dos parâmetros biológicos. O ciclo médio de vida das fêmeas foi de 11,94 dias e o dos machos, de 11,48 dias. A razão sexual foi 0,78 e a longevidade média das fêmeas e machos foram  de 44,30 e 48,30 dias, respectivamente.Nos parâmetros de tabela de vida foram obtidos: taxa intrínseca de crescimento (rm), 0,14 fêmea por fêmea por dia; duração média das gerações (T), 21,2 dias; taxa líquida de reprodução (Ro), 24,7 indivíduos;; razão finita de aumento (λ), 1,16 fêmea por fêmea; e tempo para duplicação da população (TD), 4,64 dias. O ácaro T. neocaledonicus desenvolve se bem e apresenta alto potencial reprodutivo sobre folhas de feijão-fava. Para determinação da resistência dos nove genótipos((UFPI-822-PI, UFPI-883-PI,  UFPI-887-PB, UFPI-888-MA, UFPI-908-MA, UFPI-909-PI, UFPI-915-PI, UFPI-891-PI, UFPI-971-PI), o experimento foi realizado condições controladas a 25ºC ±1 e 75%±10 de UR, e fotófase de 12 horas, em delineamento inteiramente casualizado com nove tratamento e 20 repetições, o genótipo UFPI-971 se mostrou menos preferido e menos susceptível  pelo T. neocaledonicus.


MEMBROS DA BANCA:
Externo à Instituição - DOUGLAS RAFAEL E SILVA BARBOSA - IFMA
Interno - 422661 - LUIZ EVALDO DE MOURA PADUA
Presidente - 1167867 - PAULO ROBERTO RAMALHO SILVA
Interno - 043.286.014-23 - SOLANGE MARIA DE FRANCA - UFPI
Notícia cadastrada em: 06/02/2017 11:48
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 18/06/2021 09:44