Notícias

Banca de QUALIFICAÇÃO: CARLOS DIÊGO ANDRADE DE SOUSA

Uma banca de QUALIFICAÇÃO de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: CARLOS DIÊGO ANDRADE DE SOUSA
DATA: 08/01/2018
HORA: 14:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS-CCA/UFPI
TÍTULO: EFICIÊNCIA SIMBIÓTICA DE RIZÓBIOS AUTÓCTONES DE NÓDULOS DE FEIJÃO-FAVA
PALAVRAS-CHAVES: Phaseolus lunatus L., simbiose rizóbio-leguminosa, solutos orgânicos, metabolismo antioxidativo.
PÁGINAS: 55
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

Os rizóbios realizam a fixação biológica do nitrogênio (FBN) dentro de nódulos formados nas raízes de plantas de feijão-fava e nestes. Além da FBN, os nódulos são sítios de processos bioquímicos que podem levar a formação de espécies reativas de oxigênio que, em excesso, podem diminuir a eficiência da simbiose rizóbio-leguminosa. Neste contexto, o presente estudo objetivou avaliar a capacidade de nodulação e a FBN bem como as trocas gasosas, os pigmentos fotossintéticos, os solutos orgânicos e o metabolismo antioxidativo em nódulos de rizóbios autóctones de plantas de feijão-fava. O experimento foi conduzido em casa de vegetação com delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 7x2x2+2 (sete isolados de rizóbio; duas variedades de feijão-fava; dois períodos de coleta; duas testemunhas [nitrogenada e absoluta]) com três repetições. Registrou-se incrementos significativos nas variáveis analisadas quando as plantas foram inoculadas com os rizóbios nativos em relação às testemunhas. Plantas de feijão-fava var. crioula boca de moça e branca inoculadas com ISOL-56 e ISOL-57, respectivamente, apresentaram os teores mais elevados de clorofila. O nitrogênio total foi superior nas plantas de feijão-fava inoculadas com ISOL-59 e ISOL-56 no florescimento e enchimento de grãos, respectivamente. A concentração de amônia livre foi maior no período de enchimento de grãos, principalmente quando as plantas foram inoculadas com ISOL-01 ou ISOL-57. As plantas de feijão-fava inoculadas com rizóbio ISOL-59 apresentaram teores elevados de leghemoglobina em relação aos demais tratamentos. O nível de peróxido de hidrogênio nos nódulos das plantas inoculadas com rizóbios foi superior no enchimento de grãos em relação ao período de florescimento. A atividade de POX e SOD foi maior nas plantas de feijão-fava inoculadas com ISOL-20 e ISOL-40 no florescimento, enquanto que a atividade de CAT foi aumentada nas plantas de feijão-fava inoculadas com ISOL-01, ISOL-20 e ISOL-57. Conclui-se que os rizóbios nativos foram eficientes em formar nódulos radiculares ativos e realizar a FBN e ainda contribuíram positivamente para a manutenção metabólica de plantas de feijão-fava.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 2058762 - ARTENISA CERQUEIRA RODRIGUES
Interno - 1944136 - AURENIVIA BONIFACIO DE LIMA
Interno - 626.068.833-49 - JADSON EMANUEL LOPES ANTUNES - UFPI
Externo à Instituição - ROSA MARIA CARDOSO MOTA DE ALCANTARA - EMBRAPA
Notícia cadastrada em: 05/12/2017 17:09
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb05.ufpi.br.instancia1 18/06/2021 16:14