Notícias

Banca de DEFESA: NADJA NARA PEREIRA DA SILVA

Uma banca de DEFESA de MESTRADO foi cadastrada pelo programa.
DISCENTE: NADJA NARA PEREIRA DA SILVA
DATA: 23/02/2018
HORA: 08:00
LOCAL: AUDITÓRIO DO NÚCLEO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS AGRÁRIAS-CCA/UFPI
TÍTULO: UTILIZAÇÃO DE PARASITOIDES DE OVOS VISANDO O CONTROLE DE DIATRAEA SACCHARALIS E RUPELA ALBINELLA (LEPIDOPTERA: CRAMBIDAE) EM CULTURA DE ARROZ
PALAVRAS-CHAVES: Oriza sativa, brocas-do-colmo, controle biológico.
PÁGINAS: 81
GRANDE ÁREA: Ciências Agrárias
ÁREA: Agronomia
RESUMO:

As brocas-do-colmo, Diatraea saccharalis (Fabricius) e Rupela albinella Cramer (Lepidoptera, Crambidae) são potenciais ameaças para a produtividade do arroz no Brasil. Desta forma, objetivou-se identificar as espécies de parasitoides de ovos que atuam como agentes de controle biológico das brocas-do-colmo em arroz, determinar a porcentagem de parasitismo e caracterizar taxonomicamente as espécies encontradas, bem como, avaliar aspectos biológicos de parasitoides de ovos no hospedeiro natural, D. saccharalis e no hospedeiro alternativo, Anagasta kuehniella Zeller (Lepidoptera: Pyralidae). Para a obtenção dos parasitoides de ovos, foram realizadas coletas de posturas das brocas-do-colmo em cultivos de arroz nos estados do Piauí, Maranhão e Goiás, por meio de inspeção visual das plantas. Além disso, foram instaladas armadilhas com ovos desses lepidópteros em área experimental da Embrapa Meio-Norte, em Teresina, Piauí. Os espécimes obtidos foram identificados e as espécies caracterizadas taxonomicamente, bem como, realizada a descrição de duas novas espécies. Os bioensaios foram realizados separadamente para cada hospedeiro, onde foram oferecidos vinte ovos de A. kuehniella e de D. saccharalis para cada fêmea do parasitoide, durante 24h. Foram identificadas quatro espécies de parasitoides de ovos em R. albinella, duas pertencentes a família Trichogrammatidae: Trichogramma pretiosum Riley e Trichogramma lasallei Pinto; e duas novas espécies pertencentes a família Platygastridae: Telenomus sp. nov. 1 e Telenomus sp. nov. 2. Em D. saccharalis, foram obtidas três espécies de Trichogramma: T. pretiosum, T. galloi Zucchi e T. atopovirilia Oatman & Platner. Telenomus sp. nov. 1 e T. galloi apresentaram uma maior taxa de parasitismo natural em ovos de R. albinella e D. Saccharalis, respectivamente. Em relação aos aspectos biológicos, todas as espécies de Trichogramma aceitaram os ovos dos hospedeiros natural e alternativo, no entanto, T. galloi apresentou maior aptidão em parasitar ambos hospedeiros. O período médio de desenvolvimento ovo-adulto de T. pretiosum, T. galloi e T. atopovirilia em hospedeiro alternativo foram 9,18 ± 0,10, 9,60 ± 0,11 e 9,33 ± 0,14 dias, respectivamente, e, em hospedeiro natural, 10,81 ± 0,12, 10,50 ± 0,22 e 11,23 ± 0,20 dias, respectivamente. A porcentagem de emergência das espécies de Trichogramma foi acima de 90% para A. kuehniella e de 70% para D. saccharalis. O número de indivíduos emergidos por ovo variou entre 1,00 ± 0,01 a 1,03 ± 0,01 em hospedeiro alternativo e de 1,74 ± 0,26 a 1,90 ± 0,14 em hospedeiro natural. Em todas as espécies de Trichogramma, foi observado uma proporção maior de fêmeas, em ambos hospedeiros. A longevidade das fêmeas de T. pretiosum, T. galloi e T. atopovirilia em A. kuehniella foi de 6,56 ± 0,39, 6,50 ± 0,31 e 6,83 ± 0,45 dias, respectivamente, e em D. saccharalis de 7,15 ± 0,60, 7,18 ± 0,55 e 7,00 ± 0,58 dias, respectivamente. Os resultados obtidos sobre distribuição geográfica, associações hospedeiras, caraterização taxonômica, bem como, dos aspectos biológicos destes parasitoides de ovos, fornecem subsídios para o uso destas espécies em programas de controle biológico em cultivos de arroz onde as brocas-do-colmo venham a ser praga-alvo.


MEMBROS DA BANCA:
Presidente - 1188870 - LUCIA DA SILVA FONTES
Externo à Instituição - PAULO HENRIQUE SOARES DA SILVA - EMBRAPA
Interno - 1167867 - PAULO ROBERTO RAMALHO SILVA
Interno - 347.745.563-00 - RANYSE BARBOSA QUERINO DA SILVA - EMBRAPA
Notícia cadastrada em: 08/02/2018 12:46
SIGAA | Superintendência de Tecnologia da Informação - STI/UFPI - (86) 3215-1124 | © UFRN | sigjb04.ufpi.br.instancia1 22/06/2021 08:30